Marcha Atlética: Caio Bonfim conquista bronze em GP Internacional

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 17 de maio de 2022 as 12:13, por: CdB

O atleta brasiliense ficou em terceiro com o tempo de 39min13s, ficando atrás do sueco Perseu Karlstrom (38min42s) e do espanhol Diego Garcia (38min49s). Este é o terceiro pódio consecutivo do brasileiro, que garantiu o ouro no Grande Prêmio de Podebrady.

Por Redação, com ABr – de Madri/Istambul 

O brasileiro Caio Bonfim conquistou a medalha de bronze da prova de 10 km de marcha atlética do I Grande Prêmio Internacional Madrid Marcha LaLiga, disputado no último domingo na capital espanhola.

O brasileiro Caio Bonfim conquistou a medalha de bronze da prova de 10 km de marcha atlética

O atleta brasiliense ficou em terceiro com o tempo de 39min13s, ficando atrás do sueco Perseu Karlstrom (38min42s) e do espanhol Diego Garcia (38min49s).

Este é o terceiro pódio consecutivo do brasileiro, que garantiu o ouro no Grande Prêmio de Podebrady, na República Tcheca, e a prata no Grande Prêmio de Rio Maior, em Portugal.

– Caio Bonfim provou que é um dos melhores marchadores do mundo. Três Grandes Prêmios na Europa e conseguiu pódio nos três. Técnica excelente e perfeita aula de marcha atlética para o mundo. Fico orgulhoso em saber que um atleta de tanta excelência, de uma prova de alto nível técnico seja brasileiro e treinado pela sua mãe, a Gianetti Sena Bonfim – comentou o treinador e pai de Caio, João Sena.

Mundial feminino de boxe

O boxe brasileiro fez história na segunda-feira, pois pela primeira vez na história garantiu duas medalhas em uma mesma edição do Mundial feminino da modalidade. O feito foi alcançado após as vitórias da medalhista olímpica Beatriz Ferreira e da pernambucana Caroline Almeida.

Na competição realizada em Istambul (Turquia), a primeira brasileira a triunfar nesta segunda foi Caroline de Almeida, que, na categoria até 52 quilos, bateu a irlandesa Carly Naul por unanimidade. Agora a pernambucana medirá forças com a indiana Zareen Nikhat nas semifinais. Como não há disputa pelo terceiro lugar no boxe, elas garantiram ao menos um bronze cada.

Quem também se garantiu nas semifinais, mas na categoria até 60 quilos, foi a baiana Beatriz Ferreira, que venceu por unanimidade a sérvia Natália Sadrina. Agora a medalhista olímpica enfrenta a italiana Alessia Mesiano.

Quem não conseguiu avançar foi Jucielen Cerqueira, que foi superada na categoria até 57 quilos por You-Ting Lin, de Taiwan.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code