Mascotes futuristas são escolhidos para Jogos de Tóquio

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018 as 11:35, por: CdB

No ano passado, os organizadores receberam mais de 2 mil propostas do público em uma competição nacional, dentre as quais escolheram três pares de finalistas em dezembro

Por Redação, com Reuters – de Tóquio:

O Japão tem dois novos mascotes para amar, agora que dois personagens com visual futurista, orelhas pontudas e estampas quadriculadas foram revelados nesta quarta-feira para promover as Olimpíadas e Paralimpíadas de 2020.

Estudantes seguram ilustrações dos mascotes dos Jogos Olímipicos de 2020, em Tóquio

Escolhidos por estudantes de todo o país e anunciados em um ginásio repleto de crianças empolgadas em Tóquio; o personagem azul, ainda sem nome, será o mascote da Olimpíada e a versão rosada, inspirada em flores de cerejeira, da Paralimpíada.

– É bastante inovador, gosto do desenho azul quadriculado; e o rosado usa a flor de cerejeira e mostra o Japão tradicional – disse Miyu Kawa, aluna de 12 anos da escola Hoyonomori Gakuen; onde as escolhas foram anunciadas.

– Estes dois são bem diferentes no desenho, mas acho que têm uma unidade entre eles – disse; evocando um tema que se harmoniza com o movimento olímpico.

No ano passado, os organizadores receberam mais de 2 mil propostas do público em uma competição nacional; dentre as quais escolheram três pares de finalistas em dezembro.

O par vencedor, criado pelo designer e ilustrador Ryo Taniguchi; recebeu mais da metade do total de votos e derrotou com facilidade as outras duas duplas.

Atleta canadense é cacusado de roubo

Um atleta canadense que competiu nos Jogos Olímpicos de Inverno foi acusado de roubar um carro nas primeiras horas do último sábado, informou a polícia da Coreia do Sul.

Um policial encarregado de crimes internacionais no departamento de polícia de Gangwon disse que o atleta; sua esposa e um empresário entraram em um carro destrancado; que havia sido deixado desocupado com o motor ligado em Pyeongchang.

O policial disse que o empresário partiu com o carro antes de ser parado pela polícia. O empresário foi acusado ainda de dirigir embriagado.

Assim que a investigação estiver concluída os resultados serão enviados para a procuradoria; disse o policial, acrescentando que a menos que o delito fosse classificado como crime sério; os acusados devem ser liberados para deixar o país após pagar uma multa.

Em uma coletiva de imprensa no sábado, o presidente do Comitê Olímpico Canadense, Chris Overholt; disse que estava ciente da situação, mas se recusou a confirmar as identidades das três pessoas.

– Nós podemos confirmar que ocorreu um incidente evolvendo a polícia por volta de meia noite de sexta-feira ou início do sábado –  disse Overholt.

– Nós temos confirmação de que indivíduos ligados à nossa equipe estão envolvidos na investigação e estão cooperando. Nós levamos esse assunto muito a sério. No entanto, até sabermos os resultados da investigação não estamos em posição de comentar mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *