Mau tempo atrasa resgate de vítimas dos tornados

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado terça-feira, 6 de maio de 2003 as 16:21, por: CdB

O péssimo tempo complicou nesta terça-feira, os trabalhos de resgate na região centro-sul dos Estados Unidos atingida no último domingo (4) por uma série de tornados que até agora deixaram 37 mortos e dez desaparecidos.

O Serviço Meteorológico Nacional americano previu mais chuvas torrenciais para esta terça-feira e para a próxima quarta-feira nessa área, o que provocará um considerável atraso nos trabalhos de resgate dos desaparecidos e de auxílio às centenas de desabrigados.

Os meteorologistas disseram que são esperadas chuvas para a tarde desta terça-feira na região afetada pelos tornados nos estados de Kansas, Missouri, Arkansas, Oklahoma e Tennessee.

Também se prevê mau tempo em amplas regiões dos estados de Geórgia e Mississipi, e há possibilidade de tornados no Alabama.

Enquanto isso, Michael Brown, diretor da Agência Federal para a Gestão de Emergências (Fema), informou nesta terça-feira que já está a caminho a ajuda de urgência para as centenas de desabrigados, especialmente de Pierce City (Missouri), uma das cidades mais afetadas.

Brown chegou nesta terça-feira ao Kansas para observar os destroços causados pelos tornados, em particular nos condados de Wyandotte e Leavenworth, antes de viajar ao condado de Lawrence, no Missouri.

O diretor da Fema disse à emissora de TV NBC que a ajuda em dinheiro e recursos será enviada às comunidades afetadas assim que o presidente George W. Bush assinar a ordem.

O governador do Missouri, Bob Holden, pediu à Casa Branca que declare “área de desastre” federal em 39 condados desse estado gravemente afetados por tornados de alta potência.

A governadora do Kansas, Kathleen Sebelius, declarou “área de desastre” ou em situação de emergência em muitos condados de seu estado.

O reconhecimento de áreas de desastre por parte da Casa Branca permitirá às comunidades afetadas receber fundos federais para atender às vítimas e reconstruir a infra-estrutura danificada.

O último balanço indica que os tornados causaram 37 mortes, além de grandes danos em dezenas de povoados.

Diante da dimensão da tragédia, o presidente George W. Bush ofereceu na última segunda-feira (5) “ajuda imediata” durante um ato público em Little Rock (Arkansas).

Os tornados causaram pelo menos 17 mortes no Missouri, sete no Kansas e treze no Tennessee.

Três das vítimas morreram afogadas quando tentavam dirigir seu automóvel por uma estrada inundada nos arredores de Nashville, (Tennessee).

Estes fenômenos também provocaram fortes chuvas de granizo e torrenciais.

Nesta terça-feira, centenas de operários das empresas de serviços trabalham de forma ininterrupta para restabelecer a eletricidade e retirar escombros nas cidades atingidas pelos tornados.

As instituições de emergência informaram que cerca de dez pessoas continuam desaparecidas: oito no Missouri e dois no Tennessee.

Em muitas comunidades afetadas, foi decretado estado de emergência, e a polícia está fazendo patrulha para evitar saques.