Maurizio Sarri diz estar com dificuldade para impor estilo na Juventus

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020 as 11:17, por: CdB

O técnico da Juventus, Maurizio Sarri, disse que está tendo dificuldade para impor seu estilo no time de Turim, e a frustração voltou a ficar clara depois do desempenho ruim na derrota para o Olympique de Lyon na Liga dos Campeões.

Por Redação, com Reuters – de Roma/Madri

O técnico da Juventus, Maurizio Sarri, disse que está tendo dificuldade para impor seu estilo no time de Turim, e a frustração voltou a ficar clara depois do desempenho ruim na derrota para o Olympique de Lyon na Liga dos Campeões, na quarta-feira.

Técnico da Juventus, Maurizio Sarri
Técnico da Juventus, Maurizio Sarri

Em comentários que poderiam ser vistos como um exemplo de sinceridade bem-vindo ou como uma crítica arriscada de seus próprios jogadores, o fumante inveterado de 61 anos disse que seu time está sofrendo para entender o conceito de passar a bola com rapidez, um estilo apelidado de “bola Sarri” por seus admiradores.

– Estou tendo muita dificuldade para transmitir a ideia de movimentar a bola rapidamente para este time – disse Sarri.

– Em treino, a bola se move a cerca de 200 quilômetros por hora, mas o estranho é que isso não acontece nas partidas. Em treino, trabalhamos duas vezes mais rápido do que fizemos hoje à noite – acrescentou ele após a derrota por 1 x 0 na partida de ida das oitavas de final.

Time mais bem-sucedido

A Juventus, o time mais bem-sucedido da liga italiana, normalmente conquista troféus sem se preocupar com a maneira como o faz. Antes de Sarri, que adquiriu a reputação que tem durante um período de três anos no Napoli, o clube passou cinco temporadas sob o comando do mais pragmático Massimiliano Allegri, que enfatizava com frequência a importância de se “administrar a partida”.

Tendo vencido o título italiano em todas as campanhas com Allegri e ampliado sua liderança com oito troféus sucessivos, a Juventus decidiu que precisava de mais exuberância e procurou Sarri, que gosta que seus times desenvolvam padrões modernos e alternados em alta velocidade nas defesas adversárias.

Liga dos Campeões

O Manchester City conseguiu uma impressionante reação na parte final do jogo e venceu o Real Madrid fora de casa por 2 a 1 na quarta-feira, na partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, na qual o capitão do Real, Sergio Ramos, acabou expulso.

Kevin De Bruyne manteve a calma para converter um pênalti diante de Thibaut Courtois, seu companheiro de seleção belga, e dar a vitória ao City aos 37 minutos do segundo tempo, pouco depois de Gabriel Jesus ter completado cruzamento do próprio De Bruyne para empatar.

Isco havia aberto o placar para o Real aos 15 da etapa final, após um contra-ataque cirúrgico, mas a noite logo se revelou desfavorável aos 13 vezes campeões europeus, culminando com a expulsão de Ramos, que derrubou Jesus para evitar o terceiro gol do time inglês.

Dessa forma, Ramos está suspenso para o jogo de volta, que acontece no Etihad Stadium em 17 de março, enquanto o defensor Aymeric Laporte, do City, teve de ser substituído ainda no primeiro tempo por causa de uma lesão, o que representa mais um revés em uma temporada marcada por problemas físicos na equipe de Manchester.