May está sob pressão para evitar longo adiamento do Brexit

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 30 de março de 2019 as 11:47, por: CdB

May levantou a perspectiva de um longo atraso do Brexit por conta do impasse no Parlamento, onde ela não possui maioria.

Por Redação, com Reuters – de Londres

A primeira-ministra britânica, Theresa May, está sob crescente pressão vinda de dentro de seu Partido Conservador para liderar a saída do Reino Unido da União Europeia nos próximos meses, mesmo que isso signifique uma saída sem acordo, segundo reportagem do jornal The Sun.

Primeira-ministra britânica, Theresa May

Uma carta assinada por 170 dos 330 parlamentares conservadores, incluindo 10 ministros do gabinete, foi enviada a May após seu acordo de Brexit ser rejeitado pela terceira vez na Câmara dos Comuns na sexta-feira, de acordo com o jornal.

O voto aconteceu no dia em que o país deveria, originalmente, deixar o bloco.

May levantou a perspectiva de um longo atraso do Brexit por conta do impasse no Parlamento, onde ela não possui maioria. Muitos de seus próprios parlamentares têm demandado há tempos uma saída mais imediata da UE.

O Reino Unido tem menos de duas semanas para convencer os outros 27 países de que pode resolver o impasse, ou corre o risco de deixar o bloco em 12 de abril sem um acordo para aliviar o choque econômico.

– Queremos deixar a UE em 12 de abril ou logo após isso – disse um ministro defensor do Brexit em referência à carta segundo o The Sun.

Uma porta-voz de May não quis comentar a carta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *