Medidas contra enchentes são anunciadas no Centro de Operações Rio

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 4 de março de 2020 as 14:34, por: CdB

Uma delas é a construção de um reservatório para captação de águas do Rio Piraquara, responsável pelo transbordamento na localidade conhecida como Barata, em Realengo.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou na terça-feira, no Centro de Operações Rio (COR), medidas para evitar a repetição de enchentes nas regiões de Jacarepaguá e Realengo, áreas da Zona Oeste mais afetadas pela forte chuva que atingiu a cidade no fim de semana e na segunda.

Temporal caiu na cidade do Rio de Janeiro causando inundacoes em diversos bairros 
Temporal caiu na cidade do Rio de Janeiro causando inundacoes em diversos bairros

Reservatório em Realengo

Uma delas é a construção de um reservatório para captação de águas do Rio Piraquara, responsável pelo transbordamento na localidade conhecida como Barata, em Realengo.

Desapropriação em áreas de risco

Outra decisão é retomar negociações com moradores de cerca de 200 casas localizadas às margens do Rio Grande, em Jacarepaguá. Elas precisam ser desapropriadas para que as obras de canalização do rio, já iniciadas pela Prefeitura antes da tempestade, possam prosseguir.

R$ 250 milhões em conservação

Crivella voltou a reunir o secretariado nesta terça para um balanço das ações tomadas para reduzir o impacto do temporal. Ele destacou o investimento de R$ 250 milhões em conservação neste ano e a utilização de uma draga flutuante, equipamento inovador para limpeza de rios no Rio.

Niemeyer prova resistência

O prefeito lembrou também que a Avenida Niemeyer, em São Conrado, provou mais uma vez estar segura e que precisa ser reaberta, já que está há quase um ano fechada por determinação da Justiça.

Crivella pede desculpas

O prefeito Marcelo Crivella deixou claro que não quis colocar a culpa na população por jogar lixo em encostas, nos rios e canais, mas declarou: “Talvez eu tenha me expressado mal e quero aproveitar e pedir desculpas”.

Cerca de 4 mil homens nas ruas

Na reunião, a Comlurb informou que está com 4 mil homens nas ruas, com foco sobretudo na área de Jacarepaguá. Foram 1.800 toneladas de lixos recolhidos.

Dragagem de rios

No COR, a equipe da Rio-Águas informou que pôs equipamentos para limpeza e dragagem dos rios, inclusive no Jardim Maravilha, em Guaratiba. Pela primeira vez está sendo empregada uma draga flutuante, a única do Estado do Rio do Janeiro (só existem 3 em todo o Brasil).

Jardim Maravilha

O equipamento vai ajudar no escoamento do Rio Piraquê e aliviar a quantidade de água que ficou na parte baixa do Jardim Maravilha, que sempre inunda na época das chuvas. Máquinas da Prefeitura já estão fazendo a limpeza nesse local.

Assistência Social

Foram quase mil atendimentos com a Assistência Social a idosos, crianças e outros cidadãos que ficaram desabrigados ou desalojados. As equipes estão permanentemente nos pontos de maior necessidade de apoio, inclusive com distribuição de cesta básica a famílias cadastradas.

Escolas funcionando

Apenas 42 de um total de 1.540 escolas da rede municipal de ensino ficaram com aulas suspensas devido às chuvas. Muitas delas porque as ruas de acesso alagaram. Todas já voltaram à normalidade e estão funcionando.

Hospitais com atendimento

Todas as unidades da rede municipal estão com atendimento normal.

Sistema de transportes

Todas as vias urbanas estão funcionando bem. E os demais meios de transporte, como o metrô, por exemplo, estão em operação. Os dois aeroportos funcionam normalmente. As barcas também, assim como a Supervia e toda a rede de ônibus e o sistema de vans.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *