Megan Rapinoe diz que meta para 2020 é ajudar democratas a conquistarem a Casa Branca

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 10 de dezembro de 2019 as 12:35, por: CdB

A vencedora da Bola de Ouro causou a ira do presidente dos EUA, Donald Trump, durante a campanha da seleção na Copa do Mundo deste ano.

Por Redação, com Reuters – de Nova York

De premiações a capas de revistas, às vezes parece que Megan Rapinoe está em toda parte, e em breve isso pode incluir comícios de pré-candidatos presidenciais democratas.

Megan Rapinoe posa na chegada para premiação da Sports Illustraded em Nova York
Megan Rapinoe posa na chegada para premiação da Sports Illustraded em Nova York

A capitã da seleção feminina de futebol dos Estados Unidos não está concorrendo a nenhum cargo, mas depois de ajudar seu país a conquistar o segundo título consecutivo na Copa do Mundo, a meia-atacante de 34 anos está pensando em ajudar na corrida presidencial de 2020

Da “esperta e afiada” Elizabeth Warren e o “radical” Bernie Sanders ao “carismático” Cory Booker, Rapinoe está vendo motivos de sobra para apoiar o campo democrata.

Bola de Ouro

– Acho que a coisa mais importante é tirar aquele maníaco da Casa Branca – disse Rapinoe à agência inglesa de notícias Reuters, na segunda-feira, ao receber o prêmio de Esportista do Ano da Sports Illustrated, o maior concedido pela revista.

A vencedora da Bola de Ouro causou a ira do presidente dos EUA, Donald Trump, durante a campanha da seleção na Copa do Mundo deste ano quando um vídeo repleto de impropérios, no qual disse que não visitaria a Casa Branca se o time vencesse o torneio, veio à tona antes de uma partida.

Ainda na segunda-feira, ela reiterou sua promessa hoje famosa e disse que está pronta para cair na estrada para angariar apoio ao seu eventual oponente.

– Coloquem-me no ônibus, coloquem-me em um daqueles aviões – disse Rapinoe. “Eu quero provocar as pessoas! Algo em mim está motivando as pessoas a fazerem algo, ou as pessoas estão interessadas”.

– Se tiver que bater em portas para levar as pessoas a votarem, estou dentro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *