Menino baleado em comunidade do Rio será transferido para UTI

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 28 de janeiro de 2020 as 11:18, por: CdB

A criança e o pai foram atingidos durante um tiroteio na noite de na de segunda-feira. Segundo a Polícia Militar, houve confronto entre policiais e criminosos da comunidade.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

O menino de cinco anos de idade baleado junto com o pai quando estavam num jogo de futebol no Morro São João, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, será transferido para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pediátrica. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele foi operado no Hospital Salgado Filho e está em estado grave.

Menino baleado com pai em favela do Rio será transferido para UTI
Menino baleado com pai em favela do Rio será transferido para UTI

O menino, que estava aguardando vaga em uma unidade de tratamento especializada, foi transferido para a UTI Pediátrica do Hospital Estadual Getúlio Vargas.

Confronto

A criança e o pai foram atingidos durante um tiroteio na noite de segunda-feira. Segundo a Polícia Militar, houve confronto entre policiais e criminosos da comunidade, depois que agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local foram atacados por bandidos.

Ainda de acordo com a PM, depois do confronto, pai e filho foram encontrados feridos e levados para o hospital. A 25ª Delegacia de Polícia (Engenho Novo) investiga o caso.

Crime

Policiais da 59ª DP (Duque de Caxias) prenderam, na segunda-feira, um homem por tentativa de latrocínio contra um policial militar, no dia 29 de dezembro do ano passado. O crime aconteceu no bairro Vila Meriti, em Duque de Caxias, quando o PM foi abordado em seu carro e, durante troca de tiros com os criminosos, foi baleado na perna.

De acordo com os agentes da unidade, após o trabalho de investigação e de análise de imagens, eles identificaram o preso como sendo um dos autores dos disparos que atingiram o policial. Ele foi reconhecido pelo PM, que está internado no Hospital Central da Polícia Militar.

Prisões em flagrante

Agentes da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Nova Iguaçu (DEAM Nova Iguaçu) realizaram, na segunda-feira, três prisões em flagrante.

A primeira captura foi de um homem de 21 anos pelo crime de lesão corporal no âmbito da violência doméstica. Ele foi localizado no Centro de Nova Iguaçu após sua companheira ter ido até à unidade policial relatar atos de violência praticadas por seu companheiro.

A segunda captura foi de um homem de 30 anos pelo crime de lesão corporal, pelo crime de dano e pelo crime de ameaça, todos na forma da lei Maria da Penha.

O homem foi preso após sua irmã ter ido à distrital fazer a queixa crime pelos crimes relatados, e após isso, ele ainda ameaçou a mulher. A partir desses fatos foi realizado o auto de prisão em flagrante.

A terceira captura foi de um homem de 33 anos pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. Os agentes chegaram ao autor do fato depois que sua companheira foi à unidade policial para relatar que ele havia lhe agredido e que possuía uma arma de fogo em sua residência.

A prisão foi feita no bairro de Austin, em Nova Iguaçu, e ele já está à disposição da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *