Mesa admite vitória de Arce nas eleições da Bolívia

Arquivado em: América do Norte, América Latina, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 19 de outubro de 2020 as 14:52, por: CdB

O candidato nas eleições presidenciais da Bolívia, Carlos Mesa, reconheceu nesta segunda-feira a derrota nas eleições presidenciais da Bolívia. O aliado de Evo Morales, Luis Arce, venceu o pleito realizado no domingo.

Por Redação, com Sputnik – de La Paz/Caracas

O candidato nas eleições presidenciais da Bolívia, Carlos Mesa, reconheceu nesta segunda-feira a derrota nas eleições presidenciais da Bolívia. O aliado de Evo Morales, Luis Arce, venceu o pleito realizado no domingo.

Luis Arce (no centro, de óculo) comemora após anúncios preliminares de vitória nas eleições bolivianas
Luis Arce (no centro, de óculo) comemora após anúncios preliminares de vitória nas eleições bolivianas

De acordo com a contagem do instituto Ciesmori, divulgada pela emissora boliviana Unitel na madrugada desta segunda-feira, o candidato do Movimento ao Socialismo (MAS), Luis Arce, teve 52,4% dos votos, enquanto Carlos Mesa teve 31,5% nas eleições presidenciais do país.

– O resultado da contagem rápida de votos é convincente e claro, a diferença entre o primeiro candidato e nosso movimento é grande. Aceitamos esse resultado e acreditamos que os números finais da contagem oficial de votos mudarão pouco – disse Mesa.

Em comunicado à imprensa, o ex-presidente da Bolívia (2003-2005), Carlos Mesa, afirmou que representa a liderança da oposição no país e vai “atuar como tal”.

Evo Morales

O ex-presidente Evo Morales, que está refugiado na Argentina, comemorou a vitória de Arce nas eleições e fez um apelo para um acordo nacional para “deixar de lado as diferenças” e tirar o país da crise.

Nomeado por Evo Morales para concorrer à presidência, Luis Arce já foi ministro da Economia e Finanças da Bolívia e, antes da política, atuou em cargos técnicos no Banco Central boliviano.

Bolívia deu uma lição aos EUA

Diosdado Cabello utilizou as redes sociais para comemorar a vitória do candidato do partido Movimento pelo Socialismo nas eleições presidenciais da Bolívia.

O presidente da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, Diosdado Cabello, afirmou nesta segunda-feira que a Bolívia deu uma lição aos EUA e ao secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, após a vitória do candidato do Movimento pelo Socialismo (MAS), Luis Arce, nas eleições presidenciais de domingo (18), de acordo com resultados de boca de urna.

Apesar do imperialismo norte-americano e de seus lacaios, apesar do renegado de Almagro, apesar da mídia, o nobre povo boliviano lhes dá uma lição a partir da mão de Evo Morales, esperamos que as autoridades eleitorais anunciem o triunfo de Arce. Nós vamos vencer!!​

Horas antes, Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, descreveu a eleição de Arce e do vice-presidente David Choquehuanca como uma “grande vitória” para o povo boliviano.

De acordo com os resultados de boca de urna, Arce, do partido do ex-presidente Evo Morales, obteve uma vitória avassaladora, com 52,4% dos votos contra 31,5% do segundo colocado, o neoliberal Carlos Mesa. Arce agradeceu ao povo boliviano e à comunidade internacional pelo apoio ao processo eleitoral. Carlos Mesa, por sua vez, já reconheceu a derrota, dizendo que o resultado é convincente e claro.

Mais de 7 milhões de bolivianos foram chamados às urnas, processo que deve encerrar um longo processo para restaurar a ordem constitucional após o golpe de Estado que depôs o ex-presidente Evo Morales.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *