Mesmo na liderança absoluta, Lula corre risco de ser preso, prevê Ciro

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 13 de março de 2018 as 16:16, por: CdB

Ainda que a pesquisa Ibope, divulgada nesta terça-feira, o coloque em primeiro, Lula corre risco de ser preso.

 
Por Redação – de São Paulo

 

Pesquisa do Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta terça-feira, mostra que, embora perseguido sistematicamente pela mídia conservadora, o Partido dos Trabalhadores (PT) ainda é aquele que reúne a maior simpatia entre os brasileiros. Líder do PT, Lula segue na frente entre os demais candidatos, na corrida presidencial. Mas, em face do risco de ser preso até o fim deste mês, seu adversário Ciro Gomes (PDT) acredita que possa se beneficiar com a medida.

Ciro Gomes
Ciro Gomes acredita que irá se beneficiar com a prisão de Lula

Segundo o Ibope, o PT lidera a preferência ou a simpatia da população, com 19% dos entrevistados. Bem mais atrás estão os dois principais partidos que arquitetaram o golpe parlamentar de 2016, MDB (7%) e o PSDB (6%). Ja 48% dos entrevistados disseram não possuir preferência ou simpatia por nenhum partido político.

A pesquisa também revela que 72% dos entrevistados votariam nos candidatos que gostam, independentemente do partido em que eles estejam. Apesar disso, 64% disse que considera importante o partido ao qual o candidato à Presidência está filiado. A pesquisa CNI/Ibope também mostrou que 44% dos eleitores se disseram “pessimistas” com a eleição presidencial deste ano. 20% dos entrevistados afirmaram estar “otimistas” com o pleito e outros 22% disseram não estar nem otimistas nem pessimistas.

Intenção de voto

O levantamento, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), ouviu 2 mil pessoas em 127 municípios entre os dias 7 e 10 de dezembro do ano passado.

Diante dos números apresentados pela pesquisa, Ciro Gomes (PDT) afirmou, nesta terça-feira, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, apesar da liderança consolidada, continua na iminência de ir para a cadeia e que não consegue mais visualizar o petista como candidato. Para Ciro Gomes, a ausência de Lula na disputa deve fazer com que sua candidatura cresça junto aos eleitores.

— Eu não consigo mais visualizar o Lula candidato. Não gosto disso. Lamento isso (a situação de Lula). O Lula tá na iminência de ir para a cadeia. Minha responsabilidade cresce a cada dia. Se Lula sai eu cresço — afirmou o pré-candidato do PDT.

Sem carta

Gomes diz que, caso seja eleito, pregará a união.

— O próximo presidente tem que ser um conciliador. Posso prometer que no meu governo não haverá susto. Eu não chego rompendo com nada. Eu chego para dialogar com a sociedade — disse.

O pré-candidato respondeu, noite passada, a uma série de questionamentos durante palestra no Rio. Entre as perguntas, se ele estava conversando também com agentes do mercado. Ciro afirmou que nunca assinaria a chamada Carta aos Brasileiros, documento que Lula apresentou na campanha presidencial de 2002 para acalmar o mercado financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *