Microsoft deixa posto de observadora no conselho da OpenAI

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 10 de julho de 2024 as 12:35, por: CdB

Ao integrar o conselho da OpenAI como observadora, a Microsoft podia participar das reuniões e acessar informações confidenciais. Não tinha direito a voto. A empresa assumiu a posição em novembro do ano passado.

Por Redação, com Poder360 – de Nova York

A Microsoft deixou seu posto como observadora no conselho da OpenAI, responsável pelo ChatGPT. A informação foi divulgada pelo Financial Times. Segundo a publicação, o motivo é o medo de pressão regulatória por parte da UE (União Europeia) e dos Estados Unidos.

Ao integrar o conselho da OpenAI como observadora, a Microsoft podia participar das reuniões e acessar informações confidenciais

Ao integrar o conselho da OpenAI como observadora, a Microsoft podia participar das reuniões e acessar informações confidenciais. Não tinha direito a voto. A empresa assumiu a posição em novembro do ano passado. A Apple estava considerando ocupar a posição, mas teria desistido, de acordo com o jornal.

– Somos gratos à Microsoft por expressar confiança no conselho e na direção da empresa e esperamos continuar nossa parceria de sucesso – disse um porta-voz da OpenAI. “Sob a liderança da CFO Sarah Friar, estamos estabelecendo uma nova abordagem para informar e envolver os principais parceiros estratégicos, como Microsoft e Apple, e investidores”, acrescentou.

Big tech

A Microsoft, segundo o portal Axios, investiu mais de US$ 10 bilhões na OpenAI, o que levantou preocupações na Europa, Reino Unido e EUA sobre o controle exercido pela big tech sobre a OpenAI.

Reguladores antitruste do bloco europeu disseram, em junho, que a parceria não estaria sujeita às regras de fusão da UE porque a Microsoft não controla a OpenAI, mas que buscariam opiniões de terceiros sobre as cláusulas de exclusividade do acordo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *