Milan x Boca: Vale o Mundial

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sábado, 13 de dezembro de 2003 as 13:57, por: CdB

Milan e Boca Juniors entrarão em campo às 8h15 da manhã deste domingo (horário de Brasilia) com um objetivo simples, mas ambicioso: decidir quem ficará com o título de melhor time do mundo em 2003.

O Milan briga também por um recorde: se vencer, será o time que mais vezes conquistou a competição, com quatro conquistas (a equipe já ganhou em 1969, 89 e 90). Em caso de vitória do Boca, o recorde será de seu treinador, Carlos Bianchi (campeão em 1994, pelo Velez, e 2000, pelo Boca, contra o próprio Milan). Ele se consagrará como o único técnico a vencer a competição três vezes.

Um duelo brasileiro também marcará o confronto: do lado dos italianos estará o jovem Kaká, ídolo precoce da equipe milanesa, que briga por uma posição de titular com Rui Costa, mas de qualquer forma deve entrar em campo em algum momento do jogo. Já os argentinos terão a seus favor o atacante Iarley, ex-Paysandu, que herdou a mítica camisa 10 de Maradona e vem tendo boas atuações pela equipe.

Além deles, outros três brasileiros estarão em Yokohama, todos jogando pelo time italiano: Dida, que será titular no gol; Cafu, outro que provavelmente começará jogando; e Serginho, que recém-recuperado de uma lesão começará no banco de reservas.

Mas, brasileiros à parte, a maior estrela do Boca será mesmo argentina: o jovem Carlos Tevez, de apenas 19 anos, é a maior esperança da equipe para superar a forte defesa milanesa, que terá o veterano Maldini (vencedor de dois Mundiais), mas ainda não sabe se poderá contar com Nesta, machucado.

Carlos Tevez recuperou-se há pouco tempo de uma distensão no joelho e, segundo suas próprias palavras, acha que deveria começar no banco de reserva contra os italianos. A idéia, porém, não parece ser compartilhada pelo técnico Bianchi e, sobretudo, pelos torcedores do Boca Juniors.

MILAN X BOCA JUNIORS

Data: 14/12/03
Local: Estádio Internacional de Yokohama, no Japão
Horário: 8h15 (horário de Brasília) – ao vivo na Sportv
Arbitragem: Nikolai Ivanov (RUS)

Milan
Dida; Cafu, Maldini, Nesta (Costacurta) e Pancaro; Gattuso, Pirlo, Seedorf e Kaká (Rui Costa); Inzaghi (Tomasson) e Shevchenko. Técnico: Carlo Ancelotti

Boca Juniors
Abbondanzieri; Jerez, Schiavi, Burdisso e Rodríguez; Battaglia, Cascini e Cagna; Iarley, Schelotto e Carlos Tevez. Técnico: Carlos Bianchi.