Militares sírios e russos dizem que aviões de Israel atacaram base aérea da Síria

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 9 de abril de 2018 as 10:52, por: CdB

Inicialmente a televisão estatal síria disse que os EUA são suspeitos por um ataque com mísseis contra o campo aéreo T-4, próximo da cidade de Homs

Por Redação, com Reuters – de Amã:

Os militares da Síria e da Rússia disseram nesta segunda-feira que aviões de guerra de Israel realizaram ataques com mísseis contra uma base aérea síria horas depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alertar para um “preço alto a pagar” na esteira de relatos de um ataque com gás venenoso em uma cidade dominada por rebeldes.

Os militares da Síria e da Rússia disseram nesta segunda-feira que aviões de guerra de Israel realizaram ataques com mísseis contra uma base aérea síria

Inicialmente a televisão estatal síria disse que os EUA são suspeitos por um ataque com mísseis contra o campo aéreo T-4; próximo da cidade de Homs, depois de Trump ter usado um palavreado forte em reação ao suposto ataque químico realizado no sábado na cidade de Douma; que matou dezenas de pessoas.      

Washington negou ter alvejado a base síria; e a França disse que suas forças tampouco o fizeram.

Os militares russos, cujas forças apoiam o presidente sírio, Bashar al-Assad; disseram que dois caças israelenses F-15 realizaram os ataques contra a base aérea síria T-4; relatou a agência de notícias Interfax.

Líbano

Segundo uma citação da Interfax, o Ministério da Defesa russo disse que os caças israelenses atacaram do espaço aéreo do Líbano; e que os sistemas de defesa aérea da Síria derrubaram cinco dos oito mísseis disparados.

Citando uma fonte militar, a mídia estatal síria divulgou uma reportagem semelhante. “A agressão israelense no aeroporto T4 foi realizada com aviões F-15; que dispararam vários mísseis dos céus acima do território libanês”; disse a agência de notícias estatal Sana.

Quando indagada mais cedo sobre as explosões na base aérea; uma porta-voz israelense não quis se pronunciar. Israel não comentou de imediato as acusações dos militares russos e sírios.

Israel atacou posições do Exército sírio muitas vezes durante o conflito; atingindo comboios e bases das milícias apoiadas pelo Irã que lutam ao lado das forças de Assad.

Base T-4

O Estado judeu já acusou Damasco de permitir que o Irã monte um complexo na base T-4 para fornecer armas ao seu aliado; o grupo xiita libanês Hezbollah.

Em seu relato inicial, a TV estatal síria disse ter havido baixas no que descreveu como um possível ataque de mísseis dos EUA contra a base T-4; próxima de Homs e da antiga cidade de Palmira, localizada no centro da Síria. O Pentágono negou que aviões de guerra estejam realizando ataques aéreos na Síria atualmente.

Entretanto, continuamos a observar a situação atentamente e a apoiar os esforços diplomáticos em andamento para responsabilizar aqueles; que usarem armas químicas, na Síria e em outros lugares – disse.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos disse que pelo menos 14 pessoas morreram. À agência inglesa de notícias Reuters não conseguiu verificar o relato de forma independente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *