Ministro da Educação é denunciado por xingar mãe de internauta

Arquivado em: Brasil, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 25 de novembro de 2019 as 14:36, por: CdB

“Prefiro cuidar dos estábulos, ficaria mais perto da égua sarnenta e desdentada da sua mãe”, disse o ministro da Educação.

 

Por Redação – de Brasília

 

Ministro da Educação, Abraham Weintraub não poupou os brasileiros de impropérios e demonstrações públicas de intolerância, pelas redes sociais. O ministro ofendeu internautas, no Twitter, que questionavam seus posicionamentos sobre a Proclamação da República.

Ministro da Educação, Abraham Weintraub confirmou que houve vazamento de cópias das provas, neste domingo
Ministro da Educação, Abraham Weintraub confirmou que houve vazamento de cópias das provas, neste domingo

Ao exigir bom senso do ministro, que considera o fim da monarquia e a instauração do regime republicano no país “uma infâmia”, sua interlocutora recebeu a seguinte resposta do atual responsável pela educação do Brasil:

“Prefiro cuidar dos estábulos, ficaria mais perto da égua sarnenta e desdentada da sua mãe”.

Demissão

Diante dos fatos, o líder da bancada do PSOL, na Câmara, deputado Ivan Valente, denunciou o ministro à Comissão de Ética da Presidência, nesta segunda-feira. Foram anexadas ao processo, ao todo, outras oito mensagens consideradas extremamente ofensivas.

A instância de fiscalização das atitudes de ministros e funcionários públicos tem o poder de recomendar a demissão de Abraham Weintraub. O Código de Conduta da Alta Administração, régua da comissão para julgar ministros, manda as autoridades agirem com “moralidade” e “decoro”, e proíbe que “antipatias e caprichos” interfiram no trato com o público.