Ministros do G7 articulam reação ao coronavírus

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Saúde, Serviços, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 3 de março de 2020 as 19:15, por: CdB

Em comunicado conjunto, eles disseram que os ministros das Finanças do G7 estão prontos para tomar medidas, incluindo medidas fiscais quando apropriado, para ajudar na resposta ao vírus.

Por Redação, com Reuters – de Londres

Os ministros das Finanças e presidentes dos bancos centrais do G7 disseram, nesta terça-feira, que usarão todas as ferramentas econômicas apropriadas para alcançar um crescimento forte e sustentável e se proteger contra os riscos negativos do coronavírus em rápida expansão.

Ministro das Finanças do Japão, Taro Aso disse que a ação contra o novo coronavírus deve ter amplitude global
Ministro das Finanças do Japão, Taro Aso disse que a ação contra o novo coronavírus deve ter amplitude global

Em comunicado conjunto, eles disseram que os ministros das Finanças do G7 estão prontos para tomar medidas, incluindo medidas fiscais quando apropriado, para ajudar na resposta ao vírus.

Eles disseram que os bancos centrais continuarão cumprindo seu mandato e apoiando a estabilidade de preços e o crescimento econômico.

Tempo

Segundo o ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, a resposta econômica almejada para o impacto econômico do surto de coronavírus vai variar de país para país.

Falando a repórteres após teleconferência dos líderes financeiros do G7, Aso afirmou ser “significativo” que o grupo compartilhou a necessidade de agir contra os riscos do vírus em um período de tempo tão curto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *