Monobloco arrasta multidão na Zona Sul do Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado domingo, 18 de fevereiro de 2018 as 15:49, por: CdB

O público pôde conferir uma composição de Moraes Moreira feita especialmente para o desfile, que este ano abordou o “amor de carnaval”

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

Com repertório eclético e uma bateria potente, o Monobloco reuniu uma multidão de foliões no Parque do Flamengo na manhã deste domingo. O desfile começou na altura da Praça Luís de Camões, na Glória, e caminhou em direção ao Museu de Arte Moderna (MAM) sob tempo nublado, mas bastante abafado.

Monobloco arrasta multidão no Parque do Flamengo

O público pôde conferir uma composição de Moraes Moreira feita especialmente para o desfile; que este ano abordou o “amor de carnaval”. A escolha do tema se refletiu em uma seleção de músicas que falavam de amor e animaram o público; como de costume.

Em seu último dia de folia, o cabeleireiro Patrick Almeida, de 21 anos; comemorou poder aproveitar o carnaval com amigos em alguns dos principais blocos do Rio de Janeiro. Ao longo da folia, eles se uniram a multidões em blocos como o Chora Me Liga, o Bloco da Preta e o Bloco da Favorita; que surpreendeu ao levar 690 mil pessoas à Praia de Copacabana. “Este ano os blocos estavam muito cheios, mas graças a Deus não vimos nada de violência”.

A universitária Ana Beatriz Pereira, de 20 anos, também disse não ter visto nenhum episódio de violência nos dias de folia. Para ela, a dificuldade maior foi a volta para casa; em Irajá, por causa do transporte público congestionado.

Transporte

– Passei duas horas e meia dentro do metrô. Ano que vem quero alugar um apartamento na Zona Sul, para ficar mais perto – Apesar disso, a estudante não pensa em desistir do carnaval por causa dos obstáculos. “Amo carnaval, amo me fantasiar. É uma época em que todo mundo conversa mais; as pessoas ficam mais sociáveis”.

A preocupação com a segurança e com os filhos pequenos fez o casal André Cleto, de 42 anos, e Natália Cleto, de 36 anos; viajarem para sua casa de praia em Cabo Frio durante o carnaval. Na volta para o Rio, fizeram questão de aproveitar o encerramento da festa nas ruas. “O Monobloco foi um sucesso”, elogiou Natália.

Fim da folia

Último grande bloco do carnaval do Rio, o Monobloco é considerado o encerramento oficial da folia carioca. Mesmo assim, a festa continuou até a noite, com blocos nos quatro cantos da cidade.

Até as 18h, o Bonde da Folia desfilou na Rua Fonseca Guimarães, em Santa Teresa. No mesmo horário terminaram o bloco Broxadão, na Praia de Copacabana; e o Boêmios da Lapa, na Rua Joaquim Silva. Oito blocos desfilaram até as 22h. Entre eles estão o Bangay Folia e o Virilha de Minhoca, em Bangu; o Boka de Espuma; em Botafogo, e o Tô no Recreio, no Posto 10 da Praia do Recreio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *