Montadoras tentam retomar o ritmo de produção anterior à pandemia covid-19

Arquivado em: Comércio, Indústria, Negócios, Serviços, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 5 de junho de 2020 as 14:59, por: CdB

Na comparação com maio de 2019, contudo, a produção ainda mostra um tombo de 84,4%, em meio ao reflexos das medidas de restrição para conter a disseminação do Covid-19.

Por Redação – de São Paulo

A produção no setor automotivo brasileiro totalizou 43,1 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em maio, um salto em relação a abril, quando foram fabricadas apenas 1,8 mil unidades, de acordo com dados da associação que representa o setor, Anfavea, nesta sexta-feira.

Mais nova montadora no Brasil, a Caoa-Chery acredita no bom momento e lança modelos mais sofisticados
Mais nova montadora no Brasil, a Caoa-Chery ainda acredita no bom momento do mercado e lança modelos mais sofisticados

Na comparação com maio de 2019, contudo, a produção ainda mostra um tombo de 84,4%, em meio ao reflexos das medidas de restrição para conter a disseminação do Covid-19.

A indústria automotiva do Brasil teve queda de 99% na produção de abril ante março, impactada pelas medidas de quarentena adotadas por Estados e municípios desde o final de março. Fábricas em todo o país paralisaram suas atividades, fazendo o setor buscar negociações de financiamento junto ao governo federal.

Dólares

Os emplacamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos em maio somaram 62,2 mil unidades, alta de 11,6% ante abril, quando boa parte dos departamentos estaduais de trânsito estavam fechados para novos registros de licenciamentos, além de boa parte da rede concessionária. Na comparação com maio de 2019, as vendas do mês passado despencaram 74,7%.

Com isso, no acumulado de 2020 até o final de maio, a produção mostra queda de 49,2% e as vendas redução de 37,7%.

As exportações de veículos também mostram forte queda, com o principal mercado brasileiro, a Argentina, também enfrentando dificuldades com o novo coronavírus. As vendas externas em maio caíram 90,8% na comparação anual, para 3,9 mil veículos. Em dólares, o valor das exportações de autoveículos em maio somou 173,8 milhões, queda de 73,3% sobre um ano antes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *