Moro avisa que pedirá demissão, se Bolsonaro exonerar diretor da PF

Arquivado em: Política, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 23 de abril de 2020 as 15:45, por: CdB

Bolsonaro informou ao ministro, em reunião, que a mudança na PF deve ocorrer nos próximos dias. Moro então pediu demissão do cargo, e Bolsonaro tenta agora reverter a decisão do ex-juiz federal.

Por Redação – de Brasília

O ministro da Justiça, Sergio Moro, pedirá demissão do cargo no governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), caso seja confirmada a decisão de demissão do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo.

Bolsonaro frita o ministro Sérgio Moro em fogo baixo, à espera que ele peça demissão do cargo
Bolsonaro frita o ministro Sérgio Moro em fogo baixo, à espera que ele peça demissão do cargo

Bolsonaro informou ao ministro, em reunião nesta quinta-feira, que a mudança na PF deverá ocorrer nos próximos dias. Moro então disse que não faria sentido a sua permanência no governo, caso Valeixo seja demitido. Bolsonaro ainda não confirmou a decisão, mas se mostra irredutível aos pedidos dos ministros militares para voltar atrás.

Os ministros Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) foram escalados para convencer o ministro a recuar da decisão de deixar o cargo. Se Valeixo sair, Moro sairá junto, segundo aliados do ministro. Valeixo foi escolhido por Moro para o cargo.

Lava Jato

O atual diretor-geral é homem de confiança do ex-juiz da Lava Jato. Desde o ano passado, Bolsonaro tem ameaçado trocar o comando da PF. O presidente quer ter controle sobre a atuação da polícia.

Em uma mensagem, no Twitter, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-aliada do governo, recomenda: “Junte as pontas”.

“Jair Bolsonaro manda demitir Valeixo, escolhido por Moro depois que:

1- A PF chegou ao centro e aos financiadores das milícias digitais.
2- Bolsonaro negociou o governo com Bob Jefferson e Valdemar.
3 – A corda aperta o pescoço do filho Flávio no caso Queiroz”, enumera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *