Morre o cartunista Quino, criador da fantástica Mafalda

Arquivado em: Cultura, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 30 de setembro de 2020 as 12:29, por: CdB

Através das suas personagens infantis, o cartunista apresentava a sua crítica social aos costumes argentinos e mundiais, ao mesmo tempo que entretinha crianças espalhadas pelo mundo inteiro.

Por Redação, com ACSs – de Buenos Aires

O artista argentino Joaquín Salvador Lavado, mais conhecido por Quino, morreu esta quarta-feira, aos 88 anos. O cartunista é o criador de uma das mais conhecidas personagens de banda-desenhada: Mafalda.

O cartunista Quino, criador da Mafalda, ficou conhecido mundialmente por seu humor finíssimo
O cartunista Quino, criador da Mafalda, ficou conhecido mundialmente por seu humor finíssimo

Através das suas personagens infantis, o cartunista apresentava a sua crítica social aos costumes argentinos e mundiais, ao mesmo tempo que entretinha crianças espalhadas pelo mundo inteiro.

Redações

O artista nasceu a 17 de julho de 1932 em Mendoza, na Argentina. A alcunha que adotou para sempre foi-lhe dada como forma de o distinguir do seu tio Joaquín Tejón, também ele um artista gráfica. Foi inclusive esse tio que terá sido a maior influência na criança que haveria de criar Mafalda.

Em 1954, com 18 anos, Quino instalou-se precariamente em Buenos Aires e trabalhou em várias redações espalhadas pela capital argentina. Os seus primeiros desenhos humorísticos foram publicados na revista Esto Es e em 1963 lançou a primeira compilação dos seus desenhos num livro chamado Mundo Quino.