Morre Miúcha, aos 81 anos, após uma vida repleta de delicadezas

Arquivado em: Cultura, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado quinta-feira, 27 de dezembro de 2018 as 19:20, por: CdB

Miúcha deixa a filha, a cantora Bebel Gilberto, fruto de seu casamento com João Gilberto.

 

Por Redação – do Rio de Janeiro

 

Cantora, compositora e ícone de toda uma geração, morreu nesta quinta-feira Heloísa Maria Buarque de Hollanda. Miúcha, aos 81 anos, teve uma parada respiratória em meio ao tratamento de um câncer no pulmão.

Miúcha cantou ao lado dos grandes nomes da música popular brasileira
Miúcha cantou ao lado dos grandes nomes da música popular brasileira

A doença já a acompanhava há alguns anos e, nos últimos tempos, a artista o combateu com uma pesada quimioterapia e, há seis meses, chegou a crer que havia se recuperado. Em outubro, porém, houve o retorno e ela preferiu não seguir adiante com as internações hospitalares.

Miúcha deixa a filha, a cantora Bebel Gilberto, fruto de seu casamento com João Gilberto. Irmã de Chico Buarque e das também cantoras Ana de Hollanda e Cristina Buarque, Miúcha era filha do historiador Sérgio Buarque de Holanda e da pintora e pianista Maria Amélia Cesário Alvim.

Carioca desde o primeiro dia de vida, em 30 de novembro de 1937, Miúcha se mudou para São Paulo, com a família, ainda criança e começou a cantar desde menina. A artista lançou 14 álbuns em mais de 40 anos de carreira.

Dois mundos

Nos anos 1960, viveu em Paris, onde estudou história da arte. Durante uma viagem de férias à Itália, conheceu o compositor João Gilberto, com quem se casou. A união durou apenas oito anos.

Sua primeira aparição profissional ocorreu em 1975, no disco The Best of Two Worlds (O Melhor de Dois Mundos), em parceria com João Gilberto e o artista norte-americano Stan Getz.

Miúcha, ao longo da carreira, tornou-se parceira de Tom Jobim e fez cantou com Vinicius de Moraes, Jobim e Toquinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *