Morre o cantor Barry White

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sexta-feira, 4 de julho de 2003 as 21:15, por: CdB

Barry White, a voz de veludo do R&B, morreu na manhã desta sexta-feira. White, que sofria de insuficiência renal e pressão alta, morreu no Cedars-Sinai Medical Center, às 9h30 (horário local dos EUA), disse o agente Ned Shankman. Ele tinha 58 anos.

White vinha passando por tratamentos de hemodiálise e estava hospitalizado desde setembro do ano passado.

Em 1999, o problema crônico de pressão alta do cantor o forçou a cancelar várias apresentações ao vivo com o grupo Earth, Wind & Fire, e ele ficou hospitalizado por algum tempo.

Barry White deixa oito filhos, netos, e sua companheira Catherine Denton.

Durante três décadas, Barry White esteve no topo das paradas de sucesso com canções como You’re the First, the Last, my Everything e It’s Ecstasy When You Lay Down Next to Me.

Barry ficou mundialmente conhecido pelas canções românticas e por seu timbre sedutor, que fez com que suas canções se imortalizassem como sexies temas para casais de namorados.

Apesar do ápice de sua fama ter sido nos anos 70, recebeu seus dois primeiros Grammys em 2000, por melhor cantor e performance vocal de R&B por Staying Power.

Barry nasceu no dia 12 de setembro de 1944, na cidade de Galveston, Texas, e era filho de mãe solteira. Já na adolescência, começou a cantar no coral de uma igreja Batista, e foi logo promovido a diretor.

De um dia para o outro, sua voz se transformou e obteve o timbre característico que o fez famoso.

Aos 16 anos, foi preso por roubar pneus. A partir de então, passou a se dedicar somente a sua carreira musical. Inspirado em Elvis Presley, entrou para a banda soul Upfronts como baixista. Passou alguns anos longe dos palcos, apenas produzindo e compondo músicas.

Em 1972, ele descobriu o trio Love Unlimited, e produziu o single Walkin’in the Rain With the Man I Love, que vendeu um milhão de cópias. No ano seguinte, voltou a interpretar com a canção I’m Gonna Love You Just a Little More Baby, que alcançou o topo da parada R&B.

Em 74, seu album Can’t Get Enough chegou ao topo da parade Pop embalado pelos hits Can’t Get Enough of Your Love, Babe e You’re the First, the Last, My Everything.

Barry viveu uma tragédia familiar em 1983, quando seu irmão Darryl foi baleado e morreu numa disputa por uma nota de 20 dólares com um vizinho. Em sua autobiografia, publicada em 1999, o cantor disse que a música o poupou de um destino similar a este.

Depois de trabalhar em mais de dez albums nos anos 70, a carreira de Barry decaiu na década seguinte. Em 94, veio o ressurgimento com o álbum The Icon Is Love.

O single Staying Power, do album homônimo de 1999, conquistou dois Grammys. No mesmo ano, Barry cancelou diversas apresentações por problemas de pressão arterial.