Morre em São Paulo, aos 72 anos, o psicanalista Contardo Calligaris

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 30 de março de 2021 as 15:15, por: CdB

 

O escritor e psicanalista Contardo Calligaris morreu nesta terça-feira em São Paulo aos 72 anos. A informação foi confirmada por Max Calligaris, filho dele, em publicação numa rede social e pelo Hospital Albert Eisntein, onde estava internado.

Por Redação, com agências de notícias – de São Paulo

O escritor e psicanalista Contardo Calligaris morreu nesta terça-feira em São Paulo aos 72 anos. A informação foi confirmada por Max Calligaris, filho dele, em publicação numa rede social e pelo Hospital Albert Eisntein, onde estava internado.

O escritor e psicanalista Contardo Calligaris morreu nesta terça-feira em São Paulo aos 72 anos

O filho do escritor fez, na tarde desta terça-feira, uma publicação no Instagram em homenagem ao pai.

– Espero estar à altura. Diante da proximidade da morte, essa foi a frase do meu pai. Ele se foi agora. 1948-2021. – disse.

Colunista da Folha de S.Paulo desde 1999, Contardo publicou seu último texto no jornal em 17 de fevereiro, em que abordou o fim do governo Trump nos Estados Unidos.

O primeiro contato com o Brasil

Nascido em Milão, na Itália, em 2 de junho de 1948, Contardo teve o primeiro contato com o Brasil, em 1986, quando veio ao país dar palestras sobre seu primeiro livro de psicanálise, Hipótese sobre o fantasma. Aqui se casou e, por um período, se dividiu entre os dois países, para depois se mudar de vez para o Brasil.

Sua primeira formação foi em Epistemologia Genética, na Suíça, em uma faculdade em que Jean Piaget palestrava. Contardo também fez graduação em Letras, o que o permitiu ensinar teoria da literatura.

Em Paris, se dedicou ao doutorado em Semiologia, com Roland Barthes, um dos maiores linguistas de todos os tempos. Foi nessa época que começou a fazer análise e passou a se interessar por psicanálise.