Moscou limpa restos de festa após classificação  da Rússia na Copa

Arquivado em: Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado segunda-feira, 2 de julho de 2018 as 13:00, por: CdB

Na manhã desta segunda-feira as equipes de limpeza enfrentaram uma montanha de lixo, pontas de cigarro e cacos de vidro resultantes das celebrações

Por Redação, com Reuters – de Moscou:

Nikolai Bardayev não participou da festa pela vitória surpreendente da Rússia sobre a Espanha na Copa do Mundo que levou milhares de russos às ruas para comemorar. Ele estava ocupado demais limpando a bagunça.

Equipes de limpeza trabalham em rua de Moscou

Após uma noite de delírio pelo avanço da Rússia às quartas de final da Copa do Mundo, na manhã desta segunda-feira as equipes de limpeza enfrentaram uma montanha de lixo, pontas de cigarro e cacos de vidro resultantes das celebrações.

Em uma rua de pedestres atrás do Teatro Bolshoi, uma empilhadeira levava 21 sacos pretos cheios de lixo e caixas de papelão rasgadas, enquanto trabalhadores cambaleavam pelo centro da cidade com um sentimento duradouro de entusiasmo — e, em alguns casos, de ressaca. O odor de cerveja e urina perdurava no ar matinal.

– Estou neste trabalho há dois anos e nunca vi nada assim – disse Bardayev interrompendo brevemente a tarefa de esfregar o calçamento manchado. “Acho que tem relação com a vitória da Rússia na noite passada, mas também com a falta de educação das pessoas”.

Desde o início da Copa do Mundo, no mês passado, as ruas de Moscou estão repletas de torcedores locais e estrangeiros, que comemoram o torneio intensamente noite adentro.

As comemorações

As comemorações começaram imediatamente após o apito final da partida de domingo no coração da capital russa, motoristas tocaram as buzinas dos carros e torcedores se puseram a dançar alegremente nas ruas, interrompendo o tráfego.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, comparou as festividades com as celebrações do final da Segunda Guerra Mundial.

– Se olhássemos as ruas de muitas cidades russas ontem, incluindo Moscou, que eu mesmo vi, provavelmente seria comparável em muitos aspectos às imagens de 9 de maio de 1945 – disse Peskov a repórteres.

Nesta segunda-feira alguns torcedores ainda se recuperavam de suas comemoração durante e depois do jogo em Moscou.

– Bebemos muito. Bebemos e cantamos – disse Maria Leonovets, torcedora russa de 22 anos do vizinho Belarus com a bandeira tricolor russa nos ombros e com uma garrafa de água para curar a ressaca. “Minha garganta dói”.

Depois de derrotar a Espanha por 4 a 3 na decisão por pênaltis no estádio Luzhniki, a Rússia enfrentará a Croácia nas quartas de final no sábado em Sochi, uma das 11 cidades-sedes da Copa do Mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *