Moscou rechaça acusações de campanha contra vacinas anticovid de outros países

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 9 de março de 2021 as 11:07, por: CdB

 

A Rússia nunca promoveu nem participará de campanhas contra vacinas contra o coronavírus desenvolvidas em outros países, declarou nesta quarta-feira o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, ao comentar as acusações feitas contra Moscou.

Por Redação, com Sputnik – de Moscou

A Rússia nunca promoveu nem participará de campanhas contra vacinas contra o coronavírus desenvolvidas em outros países, declarou nesta quarta-feira o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, ao comentar as acusações feitas contra Moscou.

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov

– A Rússia nunca participou nem participará nessas campanhas de informação contra qualquer vacina – disse Peskov em coletiva de imprensa.

Outras companhias

O porta-voz da presidência russa destacou que Moscou “está cooperando com outras companhias que produzem vacinas com o objetivo de fazer um fármaco mais eficaz”.

– Portanto, todas essas declarações são absurdas e carecem de qualquer fundamento. Lamentamos muito que alguém leve a sério esse tipo de declarações – afirmou o porta-voz.

Na segunda-feira, o jornal britânico The Times publicou uma reportagem que acusa a Rússia de promover uma campanha de desinformação contra a vacina britânica de Oxford/AstraZeneca, em particular nos países onde Moscou pretende vender sua própria vacina anticovid, a Sputnik V.

Por sua vez, o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Ned Price, afirmou que os Estados Unidos identificaram quatro plataformas on-line da Rússia, sem oferecer mais detalhes, que teriam trabalhado sob a liderança dos serviços de inteligência de Moscou para promover desinformação sobre duas vacinas aprovadas no país norte-americano.