Murray garante vitória britânica diante da Holanda na Copa Davis

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Esportes Olímpicos, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 20 de novembro de 2019 as 12:34, por: CdB

Andy Murray ajudou o Reino Unido a estrear com uma vitória sobre a Holanda na Copa Davis.

Por Redação, com Reuters – de Madri/Tóquio

Andy Murray ajudou o Reino Unido a estrear com uma vitória sobre a Holanda na Copa Davis, mas só depois de levar um grande susto de um Tallon Griekspoor inspirado nesta quarta-feira.

Andy Murray após marcar conra Tallon Griekspoor em Jogo na Copa Davis, em Madri, Espanha
Andy Murray após marcar conra Tallon Griekspoor em Jogo na Copa Davis, em Madri, Espanha

Após quase três horas, Murray, que disputava sua primeira partida de Copa Davis desde 2016 e só cinco meses depois de voltar às quadras graças a uma cirurgia de quadril que salvou sua carreira, triunfou com parciais de 6-7(7), 6-4 e 7-6(5) e colocou sua equipe na dianteira do Grupo E com o placar de 1 a 0.

Griekspoor, de 23 anos, jogava sua segunda partida no torneio, mas se mostrou à altura do desafio e ficou a dois pontos da vitória em duas ocasiões no terceiro set tenso disputado na quadra 3 da Caixa Mágica.

Murray podia se vangloriar de um histórico de 30 vitórias e três derrotas nas disputas de simples da Copa Davis ao enfrentar o 179º do ranking, mas parecia a caminho da derrota quando perdia por 4-1 no set decisivo.

Set decisivo

Mas mesmo não estando no auge, o ex-número um do mundo é mais perigoso quando se sente pressionado, e aproveitou uma vacilação do holandês para empatar o set.

Griekspoor abriu uma vantagem de 4-1 no tiebreak, mas Murray mostrou uma capacidade defensiva incrível e voltou a empatar. Griekspoor chegou a 5-4, mas um ace de Murray em 5-5 lhe deu o ponto da vitória e Griekspoor devolveu um backhand na rede.

– Estou aliviado neste momento – disse o vencedor de três Grand Slams, que aparentava exaustão no final. “Não mereci vencer essa partida, lutei muito, mas ele estava ditando os pontos”.

– Ele estava indo para cima e arriscando com o saque. É difícil quando os caras estão jogando assim.

O número um britânico Dan Evans enfrentará Robin Haase na segunda partida de simples, que os holandeses precisarão vencer para evitar uma eliminação precoce por terem perdido para o Cazaquistão na terça-feira.

Na quadra central o clima foi bem mais contido quando Novak Djokovic selou o êxito da Sérvia na estreia do Grupo A diante do Japão.

Djokovic dominou Yoshihito Nishioka e venceu por 6-1 e 6-2 depois de Filip Krajinovic derrotar Yuichi Sugita com tranquilidade por 6-2 e 6-4.

No Grupo C, a Alemanha ficou à frente da Argentina depois que Philipp Kohlschreiber bateu Guido Pella pelo placar de 1-6, 6-3 e 6-4.

Jogos de 2020

O trabalho de construção do Estádio Nacional de Tóquio, que será o principal palco da Olimpíada de 2020, foi concluído, informaram os proprietários do local na terça-feira.

O Conselho Esportivo do Japão disse que o trabalho foi finalizado na quinta-feira e que só restam as verificações finais de qualidade e segurança para o estádio ser aberto no mês que vem.

O local será inaugurado oficialmente no dia 21 de dezembro, e a final da Copa do Imperador será o primeiro evento esportivo a ser realizado em seu campo, no dia de Ano Novo.

Finalizado a um custo de mais de US$ 1,25 bilhão, o estádio, que pode acomodar 60 mil pessoas, sediará competições de futebol e atletismo durante os Jogos Olímpicos.

A construção começou em dezembro de 2016, cerca de 14 meses mais tarde do que o planejado, depois que o projeto inicial foi descartado devido à revolta pública contra os gastos crescentes.

Por causa do atraso, o estádio não recebeu partidas da Copa do Mundo de Rúgbi, como planejado originalmente.

O Estádio Nacional é uma das oito novas instalações que serão usadas na Olimpíada de Tóquio. Todas elas estão prontas ou dentro do prazo de finalização.

A Olimpíada de Tóquio ocorrerá entre os dias 24 de julho e 9 de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *