Museu Aeroespacial da Aeronáutica homenageia Santos Dumont

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sábado, 20 de julho de 2019 as 11:40, por: CdB

Os 146 anos do nascimento de Alberto Santos Dumont, patrono da aviação brasileira, estão sendo comemorados neste sábado e domingo.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Os 146 anos do nascimento de Alberto Santos Dumont, patrono da aviação brasileira, estão sendo comemorados neste sábado e domingo com uma série de atividades no Museu Aeroespacial da Aeronáutica, no Campo dos Afonsos, Zona Oeste do Rio.

Celebração ocorre no Museu Aeroespacial da Aeronáutica

A programação começou nesta manhã, com a chegada de ultraleves, exibição de filmes históricos sobre Santos Dumont e oficinas educativas para crianças. Às 9h, começou a demonstração aérea, com voos de balões, aeromodelos, aeronaves de combate e salto de paraquedistas.

O ponto alto da festa, que é a apresentação da Esquadrilha da Fumaça, ocorreu no final da manhã. Como é uma das principais atrações a esquadrilha volta a se apresentar a tarde. A programação se estende durante todo o dia, com mais demonstrações aéreas, desfiles de tropas e abastecimento de aeronaves durante voo. Há ainda a apresentação da Banda Militar da Base Aérea dos Afonsos e shows musicais. A mesma programação se repete neste domingo (21).

A entrada para festa é gratuita, mas o visitante deve levar 1 kg de alimento não perecível. Tudo o que for arrecadado será doado para o Instituto Casa Viva, uma organização não governamental, que funciona no Jardim Sulacap, bairro vizinho ao Campo dos Afonsos, e que atende a cerca de 500 pessoas,  desde gestantes até idosos, por meio de educação, esporte, arte e cultura, qualificação profissional e empreendedorismo.

Patrono da FAB

Em 4 de novembro de 1984, Santos Dumont foi consagrado como patrono da Aeronáutica Brasileira, por suas contribuições à locomoção aérea mundial onde se destaca seu grande feito de haver sido o primeiro aviador mundial a voar com uma máquina mais pesada que o ar, o avião 14-Bis.

Na tarde de 23 de outubro de 1906, no Campo de Bagatelle, em Paris, frente a um público numeroso, recebeu, com um voo de 70 metros, a Taça Archedeacon, destinada a quem voasse mais de 25 metros. Foi o responsável por iniciar a era da aviação mundial com o seu avião Demoiselle nº 20, cujo modelo difundiu-se mundialmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *