NASA detecta misterioso corpo espacial a 5,5 mil anos-luz da Terra

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias, Universo
Publicado sexta-feira, 14 de janeiro de 2022 as 10:43, por: CdB

A confirmação de que o corpo misterioso que orbita o planeta Kepler 1708b é uma exolua pode levar muito tempo, tendo em conta que o primeiro candidato foi detectado há quatro anos e ainda está aguardando a confirmação.

Por Redação, com Sputnik – de Washington

Astrônomos sugerem que o corpo celeste seria uma “exolua”, uma lua que existe fora do nosso Sistema Solar, de acordo com os dados do telescópio espacial Kepler da NASA.

NASA detecta misterioso corpo espacial a 5,5 mil anos-luz da Terra, que poderia ser uma ‘exolua’

O corpo foi detectado pelos pesquisadores perto do gigante gasoso Kepler 1708b, localizado a cerca de 5,5 mil anos luz da Terra, informou nesta quinta-feira a Universidade de Columbia, EUA.

A exolua, que é provavelmente composta de gás, está situada longe de sua estrela hospedeira. O corpo espacial tem quase três vezes o tamanho da Terra.

Estima-se que o seu diâmetro seja de cerca de 33 mil km em comparação com o terrestre, que é de cerca de 12,7 mil km.

A existência de exoluas ainda não foi oficialmente confirmada, embora o primeiro candidato oficial tenha sido identificado há quatro anos, escreve Daily Mail.

Luz da estrela

Uma vez que as exoluas não podem ser observadas diretamente, sua presença é inferida quando passam em frente de uma estrela, escurecendo por alguns instantes a luz da estrela.

Se for confirmada a sua existência, a nova descoberta pode significar que as exoluas são tão comuns no Universo quanto os exoplanetas.

O estudo, publicado na revista Nature Astronomy, foi liderado pelo professor David Kipping da Universidade de Columbia.

– Até agora os astrônomos identificaram mais de 10.000 candidatos a exoplanetas, mas as exoluas são muito mais desafiadoras. Elas são terra incógnita – afirmou o pesquisador, que passou a última década na busca destes corpos celestes.

A confirmação de que o corpo misterioso que orbita o planeta Kepler 1708b é uma exolua pode levar muito tempo, tendo em conta que o primeiro candidato foi detectado há quatro anos e ainda está aguardando a confirmação.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code