SpaceX e Nasa se preparam para lançamento de dois astronautas norte-americanos

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sábado, 30 de maio de 2020 as 16:43, por: CdB

Os últimos preparativos estão em andamento para a empresa privada de Elon Musk, Space X, repetir a tentativa de lançar dois americanos à órbita para a missão que seria o primeiro voo especial de astronautas da NASA a partir de solo norte-americano em nove anos.

Por Redação, com Reuters – de Flórida

Os últimos preparativos estão em andamento para a empresa privada de Elon Musk, Space X, repetir a tentativa de lançar dois americanos à órbita para a missão que seria o primeiro voo especial de astronautas da Nasa a partir de solo norte-americano em nove anos.

Os últimos preparativos estão em andamento para a empresa privada de Elon Musk, Space X, repetir a tentativa de lançar dois norte-americanos à órbita
Os últimos preparativos estão em andamento para a empresa privada de Elon Musk, Space X, repetir a tentativa de lançar dois norte-americanos à órbita

O clima, possível fator para mais um adiamento, pareceu ter melhorado, aumentando a probabilidade do lançamento em 70%. O sistema emergencial de escape foi armado e o abastecimento do foguete estava em andamento.

A primeira tentativa de lançamento da missão, na quarta-feira, foi abortada a menos de 17 minutos no relógio por causa de um clima de tempestade em torno do Centro Especial Kennedy, em Cabo Canaveral, na Flórida.

A menos que haja problemas imprevistos, o foguete de 24 andares SpaceX. Falcon 9 deve levantar voo às 16:22 (horário de Brasília), com os astronautas Doug Hurley e Bob Behnken a bordo na viagem de 19 horas para a Estação Espacial Internacional.

Eles serão conduzidos dentro da nova cápsula Crew Dragon, no que seria sua primeira viagem à órbita com humanos a bordo.

A plataforma de lançamento

A plataforma de lançamento é a mesma usada para o último voo do ônibus especial da Nasa, pilotado por Hurley, em 2011. Desde então, astronautas da Nasa tiveram que pegar carona na nave espacial russa Soyuz.

O chefe da Nasa, Jim Bridenstine, disse que retomar o envio de astronautas americanos em foguetes produzidos pelos EUA, em solo americano, é a prioridade da agência espacial.

A última vez que a Nasa lançou astronautas ao espaço em um novo veículo foi 40 anos atrás, no começo do programa do ônibus espacial.

Se a missão for abortada novamente, a próxima janela para lançamento será na tarde de domingo.

Hurley, 53 anos, e Behnken, 49 anos, funcionários da Nasa sob contrato para voar com a SpaceX, devem permanecer várias semanas na estação espacial, auxiliando uma equipe desfalcada no laboratório orbital.

A Boeing está produzindo seu próprio sistema de lançamento para competir com a SpaceX e deve colocar no ar seu CST-100 Starliner com astronautas a bordo pela primeira vez no próximo ano. A Nasa concedeu quase 8 bilhões de dólares à SpaceX e à Boeing para o desenvolvimento de seus foguetes rivais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *