Naufrágios deixam mortos e desaparecidos em Sepetiba

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 8 de junho de 2018 as 11:48, por: CdB

As duas embarcações “Lucas Mar” e “Guto I” foram alugadas por 20 pessoas que participariam de uma pescaria na Baía de Sepetiba

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro:

Sobe para quatro o número de corpos resgatados no mar pelas equipes que atuam na procura de sobreviventes de duas embarcações pesqueiras que naufragaram na madrugada desta sexta-feira, próximo ao Porto de Itaguaí, região metropolitana do Rio.

Sobe para quatro o número de corpos resgatados no mar pelas equipes que atuam na procura de sobreviventes de duas embarcações

As duas embarcações “Lucas Mar” e “Guto I” foram alugadas por 20 pessoas que participariam de uma pescaria na Baía de Sepetiba. De acordo com o comando do 1° Distrito Naval, os naufrágios das embarcações ocorreram na região da Laminha. As embarcações eram tripuladas por dois barqueiros que conheciam a região.

A Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá informou, em nota, que  “as embarcações levavam 22 pessoas; das quais 12 foram resgatadas até o momento e  encaminhadas para hospitais da região; sendo que quatro vieram a óbito. As equipes envolvidas seguiram nas buscas pelos desaparecidos”. Dez pescadores não foram encontrados.

Equipe de resgate

Nesta madrugada, a Marinha enviou quatro embarcações de busca e salvamento ao local; além de duas embarcações do Corpo de Bombeiros em buscas pelos tripulantes. Um helicóptero e uma patrulha da Marinha foram para a região auxiliar no resgate.

As causas do naufrágio e as responsabilidades dos envolvidos serão apuradas em inquérito instaurado pela Marinha.

O Corpo de Bombeiros do Rio informou que as buscas prosseguem com apoio de guarda-vidas; embarcações, mergulhadores e sobrevoos de helicópteros. A operação envolve os quartéis de Sepetiba, Angra dos Reis, Barra da Tijuca e o Grupamento Aéreo da corporação. Os resgatsados do mar foram levados para o Hospital Municipal Pedro II e para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santa Cruz, Zona Oeste do Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *