Negociações entre EUA e Coreia do Norte estão na direção certa, diz enviado

Arquivado em: América do Norte, Ásia, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 1 de junho de 2018 as 11:08, por: CdB

Trump espera se encontrar com Kim Jong Un em Cingapura em 12 de junho e pressioná-lo a abdicar de suas armas nucleares, mas na quinta-feira admitiu que isso pode exigir mais rodadas de negociações diretas

Por Redação, com Reuters – de Washington/Seul:

As conversas entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte estão indo na direção certa, disse um enviado norte-americano graduado nesta sexta-feira antes de uma visita rara de uma autoridade norte-coreana de alto escalão à Casa Branca.

Fotos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e do líder norte-coreano, Kim Jong Un

Em uma reunião agendada com o presidente dos EUA, Donald Trump; em Washington, Kim Yong Chol, um assessor próximo de Kim Jong Un, entregará uma carta do líder da Coreia do Norte enquanto os dois lados tentam recolocar uma cúpula marcada e desmarcada de volta nos trilhos.

Trump

Trump espera se encontrar com Kim Jong Un em Cingapura em 12 de junho e pressioná-lo a abdicar de suas armas nucleares, mas na quinta-feira admitiu que isso pode exigir mais rodadas de negociações diretas.

– Gostaria de resolvê-lo em uma reunião – disse Trump à agência inglesa de notícias Reuters. “Mas muitas vezes não é assim que acordos funcionam. Existe uma chance muito grande de que não seja resolvido em uma reunião ou duas reuniões ou três reuniões. Mas em algum momento será resolvido.”

Em Seul, negociadores dos EUA expressaram otimismo depois se encontrarem com suas contrapartes norte-coreanas para conversas preparatórias em Panmunjom, na fronteira fortificada entre as duas Coreias.

Direção certa

– Acreditamos que estamos seguindo na direção certa na série de consultas em andamento, incluindo o engajamento de (secretário de Estado dos EUA, Mike) Pompeo com o vice-presidente Kim Yong Chol… nossos debates em Panmunjom e, é claro, os debates em Cingapura também – disse o embaixador norte-americano nas Filipinas, Sung Kim, um diplomata veterano e especialista em Coreia do Norte, à ministra das Relações Exteriores sul-coreana, Kang Kyung-hwa.

As tratativas em Panmunjom se concentraram em tópicos possíveis da agenda de Trump e Kim, e as reuniões em Cingapura estão mais focadas na logística, disseram autoridades.

Em uma reunião de alto nível separada nesta sexta-feira, autoridades das duas Coreias concordaram em se reunir no final deste mês para tratar de questões militares e de reencontros de famílias separadas pela Guerra da Coreia de 1950-53, informaram.

Não ficou claro o que o líder da Coreia do Norte escreveu em sua carta a Trump, e na noite de quinta-feira o porta-voz da Casa Branca, Hogan Gidley, disse que os detalhes do encontro em Washington ainda estão sendo acertados.

Pompeo deve se reunir com Trump na Casa Branca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *