Negociadores fazem reunião ‘construtiva’ sobre acordo do Brexit

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 11 de outubro de 2019 as 12:36, por: CdB

Os principais negociadores do Reino Unido e da União Europeia fizeram uma reunião “construtiva” em Bruxelas nesta sexta-feira.

Por Redação, com Reuters – de Bruxelas

Os principais negociadores do Reino Unido e da União Europeia fizeram uma reunião “construtiva” em Bruxelas nesta sexta-feira, disseram os dois lados, e os esforços para fechar um acordo para a separação britânica do bloco agendada para o dia 31 de outubro se intensificaram.

Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, durante entrevista no palácio presidencial do Chipre, em Nicosia
Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, durante entrevista no palácio presidencial do Chipre, em Nicosia

O negociador da UE, Michel Barnier, e seu equivalente britânico, Stephen Barclay, se encontraram para um café da manhã em um momento de otimismo, já que na quinta-feira os primeiros-ministros do Reino Unido e da Irlanda disseram ter encontrado “um caminho” para um possível acordo.

O Reino Unido deve sair do maior bloco comercial do mundo no final do mês e, apesar do frenesi de atividades, ainda não está claro em que termos o país o fará ou mesmo se o fará de fato.

– Sejam pacientes – disse Barnier aos repórteres ao sair da reunião, após a qual foi informar os 27 países remanescentes da UE. “O Brexit é como escalar uma montanha. Precisamos de vigilância, determinação e paciência.”

O governo britânico também disse que o encontro foi construtivo.

UE

Uma porta-voz da UE disse que se está trabalhando para um acordo, mas nenhum detalhe foi revelado de imediato.

Mais cedo nesta sexta-feira, na capital cipriota Nicosia, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse ter recebido “sinais promissores” do premiê irlandês, Leo Varadkar, de que um pacto ainda é possível.

Mas ele moderou o entusiasmo dizendo: “É claro, não existe garantia de sucesso e o tempo praticamente acabou. Mas mesmo a menor das chances precisa ser usada”.

Nenhum dos lados quer ser visto como culpado caso o prazo para a ruptura britânica chegue sem um acordo firmado.

Tusk disse que já havia alertado o premiê britânico, Boris Johnson, que, a menos que uma solução viável venha de Londres até esta sexta-feira, anunciará que um pacto é praticamente impossível em uma cúpula de líderes do bloco nas próximas quinta e sexta-feiras.

Na quinta-feira, Varadkar disse a repórteres irlandeses após seu encontro com Johnson: “Acho que é possível chegarmos a um acordo, acertar um tratado, permitir que o Reino Unido saia da UE de uma maneira ordeira e fazê-lo até o final de outubro”.

Em um comunicado conjunto, os dois líderes disseram que “conseguem enxergar um caminho para um possível acordo”, mas autoridades das duas partes silenciaram sobre se e quais concessões foram feitas para romper o impasse do Brexit a respeito da fronteira irlandesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *