Nem bom desempenho da Embraer segura a Bovespa, queda de 0,23%

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 12 de maio de 2003 as 13:03, por: CdB

Mesmo o ótimo desempenho dos papéis da Embraer conseguiram dar ânimo à Bovespa, que opera em ligeira queda de 0,23%, atuando no limite do nível de 13.000 pontos, atingido na sexta-feira.

As ações da empresa, a segunda maior exportadora do país, dispararam com o anúncio de uma encomenda de 85 jatos feita pela americana US Airways.

O papel com direito a voto (ON)da Embraer lidera a lista de valorizações do Ibovespa. Avança 5,8%, para R$ 8,90. Já a ação sem direito a voto (PN) sobe 3,4%, para R$ 10,65.

O número de negócios com o papel da fabricante de jatos também surpreende. A ação PN é a terceira mais transacionada, respondendo por 11% do giro total da Bolsa.

Mas mesmo com as boas notícias, uma lista de baixas puxou a queda do pregão da Bovespa. Entre elas, a ação da CST (Companhia Siderúrgica de Tubarão) tem a maior queda, de 3%, para R$ 49. O papel devolve parte dos ganhos, após bater a cotação máxima do ano na última sexta-feira (R$ 50,55).