Netanyahu convoca cúpula sobre ‘surto’ de ataques antissemitas

Arquivado em: América do Norte, Destaque do Dia, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 28 de abril de 2019 as 12:01, por: CdB

Netanyahu também declarou que ele convocaria uma reunião especial para discutir questões referentes ao “surto” de ataques antissemitas “ao redor do mundo”.

Por Redação, com Sputnik – de Jerusalém

O premiê israelense Benjamin Netanyahu anunciou que sediará uma cúpula para discutir o número crescente de ataques contra a comunidade judaica em todo o mundo.

Premiê israelense Benjamin Netanyahu

Neste domingo, o primeiro-ministro declarou que “a comunidade internacional deve intensificar a luta contra o antissemitismo”.

Netanyahu também declarou que ele convocaria uma reunião especial para discutir questões referentes ao “surto” de ataques antissemitas “ao redor do mundo”.

O presidente de Israel, Reuven Rivlin, descreveu o recente tiroteio em uma sinagoga da Califórnia como “um lembrete doloroso de que o antissemitismo e o ódio aos judeus ainda estão conosco, em todos os lugares”.

– Nenhum país e nenhuma sociedade estão imunes (ao antissemitismo). Só através da educação para a memória do Holocausto e da tolerância é que podemos lidar com esta praga – acrescentou o líder israelense.

As declarações vieram na sequência do ataque na região metropolitana de San Diego, na Califórnia, no sábado, quando um atirador matou uma pessoa e feriu outras três, durante o culto judaico no último dia da Páscoa.

Há seis meses, os EUA passaram por outro tiroteio mortal em uma sinagoga, enquanto Alemanha e a França se alarmaram com o aumento da violência e do vandalismo antissemita.

Um tiroteio semelhante, que ocorreu em outubro em uma sinagoga em Pittsburgh, no Estado norte-americano da Pensilvânia, matou 11 pessoas e feriu sete, tornando-o o ataque mais mortal contra a comunidade judaica nos EUA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *