Neymar está disponível para voltar a jogar pelo PSG, diz técnico

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 13 de setembro de 2019 as 12:53, por: CdB

O jogador deve fazer sua estreia na temporada pelos líderes da Ligue 1 contra o Racing Strasbourg, em casa, neste sábado.

Por Redação, com Reuters – de Paris

Neymar está disponível para voltar jogar pelo Paris Saint-Germain após ser deixado de fora da equipe ao longo das negociações para um possível retorno ao Barcelona, disse o técnico Thomes Tuchel nesta sexta-feira.

Neymar e Thiago Silva durante treino do PSG

O jogador deve fazer sua estreia na temporada pelos líderes da Ligue 1 contra o Racing Strasbourg, em casa, neste sábado.

O Barça passou a maior parte da pré-temporada negociando com o PSG para levar Neymar de volta ao Camp Nou, dois anos depois de o brasileiro ter sido negociado pelo valor recorde de 222 milhões de euros, mas os catalães não conseguiram um acordo com os campeões franceses.

Em uma coletiva de imprensa, Tuchel disse que todos os jogadores estão disponíveis para enfrentar o Strasbourg, exceto Thilo Kehrer, Julian Draxler, Edinson Cavani e Kylian Mbappé.

– Agora que a janela de transferência está fechada, não é mais uma distração – disse Tuchel sobre a saga Neymar. “A vida não é muito difícil para ele, vivendo e jogando em Paris.”

Neymar deve receber uma recepção fria da torcida no Parc des Princes, depois de dizer que sua melhor memória como jogador de futebol foi a humilhante derrota de 6 a 1 sofrida pelo PSG contra o Barça no Camp Nou, na Liga dos Campeões, em 2017, quando ele defendia o time espanhol.

– Não posso controlar como os fãs reagirão – disse Tuchel. “Mas quanto mais você fala sobre algo, mais se torna algo importante”.

O PSG lidera a classificação da Ligue 1 com nove pontos em quatro jogos.

Liga dos Campeões

O time iniciará sua campanha na Liga dos Campeões na próxima quarta-feira com um jogo em casa contra o Real Madrid.

Neymar está suspenso para a partida, no entanto, por insultar os árbitros após a eliminação do time francês da competição na temporada passada.

Messi, Neymar e Barcelona

Lionel Messi disse que gostaria que Neymar voltasse ao Barcelona neste ano porque o brasileiro ajudaria o clube a dar um salto de qualidade, e acrescentou que o ex-colega de clube também deseja voltar aos atuais campeões da liga espanhola.

O Barcelona passou a maior parte da pré-temporada negociando com o Paris Saint-Germain para levar Neymar de volta ao Camp Nou dois anos depois de o atacante ser negociado pelo recorde mundial de US$ 245 milhões, mas os catalães não conseguiram fechar um acordo com os campeões franceses.

– A verdade é que eu teria adorado que ele voltasse para nós – disse Messi ao jornal esportivo espanhol Sport publicada nesta quinta-feira.

– Entendo que algumas pessoas eram contra, e isso é normal, considerando tudo que aconteceu e como ele nos deixou, mas pensando no nível esportivo, para mim Neymar é um dos melhores jogadores do mundo – acrescentou.

– Obviamente ele teria aumentando nossas chances de conseguir os resultados que todos nós queremos. O clube teria dado um salto adiante, em termos de patrocinadores, nossa imagem, nosso crescimento, mas no final não aconteceu.

Na semana passada, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, disse que fez todo o possível para contratar Neymar, mas admitiu que não conseguiu oferecer o preço pedido pelo PSG pelo atacante, que fez 105 gols em quatro temporadas na Espanha.

– Não sei o que aconteceu com os diretores, sei que estavam conversando com Neymar, ele me contou como as coisas estavam indo. Ele realmente estava ansioso para voltar – disse Messi, que ainda não conseguiu jogar nesta temporada por culpa de uma lesão na panturrilha.

– Entendo que é difícil negociar com o PSG e com Neymar porque ele é um dos melhores. Estas negociações nunca são fáceis.

Contusão de Modric

O meio-campista Luka Modric se tornou a vítima mais recente do surto de lesões em jogadores do Real Madrid ao sofrer um problema na coxa, o que deve impedi-lo de disputar o jogo de estreia de seu time na Liga dos Campeões, no campo do Paris Saint-Germain, na semana que vem.

O vencedor da Bola de Ouro de 2018 não treinou com o Real nesta quinta-feira depois de voltar de um compromisso com a seleção da Croácia, e o clube divulgou um comunicado breve dizendo que ele machucou a coxa direita, sem explicar quanto tempo ficará afastado.

A lesão de Modric eleva para oito o número de jogadores do Real contundidos antes do confronto de sábado, em casa, com o Levante. Além dos lesionados, Gareth Bale está suspenso por ter sido expulso no empate de 2 a 2 com o Villarreal na semana passada.

Contratado de destaque, Eden Hazard ainda não fez sua estreia em jogos competitivos desde que deixou o Chelsea por US$ 110 milhões devido a uma lesão, enquanto James Rodríguez, Isco, Brahim Díaz, Rodrygo, Luka Jovic e Marco Asensio também continuam indisponíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *