Neymar e outros jogadores do PSG testam positivo para covid-19

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 2 de setembro de 2020 as 13:33, por: CdB

Pelo menos três jogadores do Paris Saint-Germain foram diagnosticados com covid-19, segundo o próprio clube, enquanto jornal francês afirmou que entre os jogadores figuram Neymar e Di María.

Por Redação, com Sputnik e Reuters – de Paris/Barcelona

Pelo menos três jogadores do Paris Saint-Germain foram diagnosticados com covid-19, segundo o próprio clube, enquanto jornal francês afirmou que entre os jogadores figuram Neymar e Di María.

Neymar testa positivo para covid-19
Neymar testa positivo para covid-19

Ao total, os três jogadores seriam o brasileiro Neymar da Silva Santos Júnior e os argentinos Ángel Di María e Leandro Paredes.

Primeiramente, o próprio clube de futebol Paris Saint-Germain havia afirmado que três dos seus jogadores tinham testado positivo para a doença.

Protocolo sanitário

Três jogadores do PSG são confirmados positivos ao teste do SARS-CoV-2 e são submetidos a protocolo sanitário apropriado. O conjunto dos jogadores e equipe técnica continuarão realizando testes durante os próximos dias.

Embora o clube não tenha revelado ainda a identidade dos jogadores, o jornal francês L’Equipe publicou os referidos nomes.

Além disso, os atletas teriam contraído a doença durante viagem de férias a Ibiza, na Espanha.

Pai de Messi

Jorge Messi, pai e empresário de Lionel Messi, viajou na terça-feira para a Espanha, onde se reuniu com o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, dias após o craque argentino anunciar que deseja deixar o clube pelo qual jogou por toda a carreira.

Imagens de uma TV argentina mostraram Jorge Messi embarcando em um voo privado que partiu às 13h37 (horário local) do aeroporto internacional de Rosário, cidade onde vive a família do atacante, a cerca de 300 quilômetros de Buenos Aires.

O avião no qual entrou, “sem a companhia de familiares ou assessores”, o levará aos Estados Unidos, e de lá o pai do jogador tomará outro voo para a Espanha, informou a imprensa da cidade de Rosário.

A imprensa argentina informa que, logo que chegar a Barcelona, o pai e agente do craque irá se reunir com Bartomeu para tentar a liberação de seu filho.

Messi não se apresentou na última segunda-feira ao primeiro treino do Barcelona na nova temporada, e mantém sua postura de deixar o clube catalão. O atleta acredita que poderia sair sem custo da equipe catalã graças a uma cláusula de seu contrato.

No entanto, a liga espanhola disse, no último domingo, que a única forma que um clube poderia contratar o argentino seria através do pagamento da multa rescisória, que é de 700 milhões de euros.