Neymar não basta para tornar PSG um grande clube, diz ex-técnico italiano

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 9 de março de 2018 as 12:27, por: CdB

O PSG gastou US$ 492 milhões na janela de transferência da pré-temporada comprando o atacante brasileiro por um valor recorde e Kylian Mbappe, da seleção francesa

Por Redação, com Reuters – de Paris:

Contratar Neymar não bastou para fazer do Paris Saint-Germain uma grande potência do futebol europeu, de acordo com o ex-técnico italiano Arigo Sacchi.

Contratar Neymar não bastou para fazer do Paris Saint-Germain uma grande potência do futebol europeu

O ex-treinador, que levou o Milan à conquista da Liga dos Campeões em 1989 e 1990; disse ao jornal esportivo francês L’Équipe que a estratégia do PSG para ter sucesso na Europa não o convence; e questionou se o time francês tem a cultura apropriada de clube.

O PSG gastou US$ 492 milhões na janela de transferência da pré-temporada comprando o atacante brasileiro por um valor recorde e Kylian Mbappe, da seleção francesa.

Ainda assim o time foi eliminado da Liga dos Campeões nas oitavas de final na terça-feira, quando o Real Madrid triunfou com o placar agregado de 5 x 2.

Foi a sexta temporada consecutiva em que o PSG fracassou na competição de clubes da elite europeia antes da semifinal desde que foi comprado e passou a ser financiado pela Qatar Sports Investments, em 2011.

– Um jogador, por melhor que seja, não é um projeto. Neymar não é um projeto – disse Sacchi.

– Conquistamos o Campeonato Italiano (em 1988) com Marco van Basten… que disputou três jogos inteiros de 30. Se o projeto tivesse sido Van Basten, não teríamos conquistado nada.

– Conquistamos a Liga dos Campeões com (Ruud) Gullit, e você sabe quantos jogos ele disputou (em 1989-90)? Só um.

Sacchi disse que o PSG ainda tem que desenvolver a cultura de clube certa.

Cirurgia

O atacante Neymar recebeu alta no último domingo do hospital Mater Dei; em Belo Horizonte, onde foi submetido na véspera a uma cirurgia para colocação de um parafuso no quinto metatarso do pé direito.

Neymar deixou o hospital em um helicóptero e estava de muletas, mostraram imagens de televisão. Ele seguiu para sua casa em Mangaratiba, no Rio de Janeiro.

No sábado, o jogador passou por uma cirurgia bem-sucedida; para“inserção de um parafuso associado a um enxerto colocado ao nível da lesão do quinto metatarso direito”, segundo seu clube, o Paris Saint-Germain.

A reabilitação começou imediatamente no pós-operatório; e será acompanhada a partir de agora por um fisioterapeuta do time francês.

Recuperação

A cirurgia foi realizada pelo médico da seleção brasileira Rodrigo Lasmar; que afirmou que o atacante será avaliado em seis semanas; sempre em parceria entre profissionais da seleção e do clube.

– Em seis semanas realizaremos nova avaliação com exames de imagem para que possamos observar a resposta e a evolução de sua recuperação – disse Lasmar a jornalistas.

Neymar sofreu uma fissura no quinto metatarso do pé direito causada por uma torção no tornozelo em partida do PSG no dia 25 de fevereiro, contra o Olympique de Marselha, pelo Campeonato Francês.

Principal jogador do Brasil, Neymar deverá retornar aos gramados pouco antes da Copa do Mundo na Rússia, que começa em junho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *