Neymar é suspenso por três partidas por incidente com torcedor 

Arquivado em: Destaque do Dia, Esportes, Futebol, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 10 de maio de 2019 as 11:59, por: CdB

O jogador de 27 anos também perderá a primeira partida da próxima temporada, o confronto anual do Troféu dos Campeões contra o Rennes, em agosto, mas a punição suspensa lhe permitirá disputar os dois jogos seguintes.

Por Redação, com Reuters – de Paris/Londres

O atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, recebeu uma punição de três partidas e outra punição suspensa de duas partidas devido a um incidente com um espectador após a derrota de seu time para o Rennes na final da Copa da França no mês passado, informou a Federação Francesa de Futebol.

Neymar em jogo do PSG

O PSG perdeu de 6 a 5 nos pênaltis depois que o Rennes se recuperou de dois gols e empatou em 2 a 2, e o jogador aparentemente acertou um soco em espectador que tentou filmá-lo com o celular quando ele foi receber a medalha de vice-campeão.

A punição de Neymar começa na próxima segunda-feira, o que significa que ele pode jogar a partida de sábado do Campeonato Francês contra o Angers, mas que perderá os dois últimos jogos da liga contra Dijon e Reims.

O jogador de 27 anos também perderá a primeira partida da próxima temporada, o confronto anual do Troféu dos Campeões contra o Rennes, em agosto, mas a punição suspensa lhe permitirá disputar os dois jogos seguintes.

Neymar já havia sido suspenso de três jogos da Liga dos Campeões por insultar árbitros depois da eliminação de seu time nas quartas de final.

O PSG ainda foi multado em 35 mil euros porque seus torcedores usaram lasers e fogos de artifício durante a partida.

Torcedores de Tottenham e Liverpool

A alegria dos torcedores do Tottenham Hotspur e do Liverpool por chegarem à final da Liga dos Campeões murchou diante dos gastos exorbitantes de uma viagem da Inglaterra a Madri para a decisão de 1º de junho.

As passagens de volta de empresas aéreas econômicas, normalmente disponíveis pelo equivalente a cerca de US$ 130, dispararam para até US$ 1.950 , e a taxa de pernoite em hotéis da capital espanhola passou de US$ 110 US$ 165 para mais de US$ 1,1.

Como os preços para outras cidades espanholas, ou até países vizinhos, também estão proibitivos, os torcedores estão procurando outras maneiras de fazer o percurso de 1, 8 mil a 2,1 mil quilômetros de Londres ou Liverpool a Madri, inclusive dirigir ou ir de ônibus.

Mas chegar lá é só metade do problema.

Cada time tem direito a somente 16.613 assentos para a final inglesa no estádio Wanda Metropolitano de 68 mil lugares, uma fração do número de pessoas que provavelmente quer comparecer.

Um comunicado conjunto do Tottenham Hotspur Supporters Trust e do Liverpool’s Spirit of Shankly disse que a distribuição foi “avarenta” e que é hora de a proteção ao consumidor impedir que empresas lucrem de forma desproporcional com a lealdade das torcidas.

– Esta foi uma campanha sensacional para o Tottenham Hotspur e o Liverpool na Liga dos Campeões, e agora torcedores dos dois clubes estão ansiosos pela final em Madri em 1º de junho – disse o comunicado.

– Mas a alegria dos torcedores foi ofuscada pelos custos extorsivos da viagem, acomodação e ingressos, se é que conseguirão ingressos com a distribuição avarenta da Uefa – acrescentou.

Eles pediram mais transparência da Uefa e dos times na distribuição e nos preços dos ingressos.

– Para muitos, a final não é um evento ocasional. É a culminação de uma jornada de toda uma temporada para os torcedores, que gastaram milhares de libras viajando para apoiar seu time, criando o espetáculo e o clima que é parte essencial do jogo tão valorizado pela televisão –disse o comunicado.

– É hora de parar de lucrar com a lealdade dos torcedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *