Nova linha de ônibus vai interligar Ilha a Copacabana

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 29 de outubro de 2019 as 14:58, por: CdB

Os veículos vão circular diariamente, das 5h às 22h, durante a semana, e entre 6h e 20h, aos sábados e domingos.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

O secretário municipal de Transportes do Rio de Janeiro, Paulo Amendola, inaugurou na segunda-feira, uma linha de ônibus que facilita o deslocamento entre a Ilha do Governador, na Zona Norte, e Copacabana, na Zona Sul.

Nova linha de ônibus inaugurada pela SMTR é a primeira direta entre a Ilha do Governador e a Zona Sul
Nova linha de ônibus inaugurada pela SMTR é a primeira direta entre a Ilha do Governador e a Zona Sul

A nova linha experimental LECD32 faz o trajeto Bancários – Prado Júnior (via Linha Vermelha e Túnel Marcello Alencar). A novidade atende antiga reivindicação de moradores da Ilha.

– É a realização de uma demanda da população, que não tinha até hoje uma linha direta entre a Ilha e Copacabana. Resultado do esforço de pessoas que acreditaram nisso e fizeram o planejamento para que essa ideia hoje se tornasse realidade – destacou Amendola.

Os consórcios Internorte e Intersul são responsáveis pela linha, que conta com 12 ônibus. Os veículos vão circular diariamente, das 5h às 22h, durante a semana, e entre 6h e 20h, aos sábados e domingos. A estimativa de intervalo médio entre os veículos é de 30 minutos.

A linha experimental de coleta de dados (LECD) permite avaliar a viabilidade técnica da linha quanto à demanda efetiva nos horários e itinerário estabelecidos.

– É uma grande honra inaugurar essa linha, junto com a Prefeitura, e com ônibus novos, que dispõem de ar-condicionado, Wi-Fi e entrada de USB para carregar celular – afirmou Cláudio Callak, presidente do Rio Ônibus, o sindicato das empresas do setor.

A dentista Maria Angelina Amorim, moradora do Bancários desde que nasceu, há 57 anos, lembrou que nunca houve uma linha direta da Ilha para a Zona Sul. O jeito, sempre, foi pegar duas conduções. Até que, finalmente, aconteceu o que tantos desejavam.

– Minha mãe veio de Portugal há 70 anos, e do jeito que ela encontrou, quando tinha que pegar dois ônibus para trabalhar na Zona Sul, era até hoje. Agora, enfim, isso mudou. Os moradores da Ilha vão economizer tempo e dinheiro nesse trajeto. Tem muita gente que mora aqui e trabalha lá na Zona Sul – explicou a destista.

Feira livre

A Coordenação de Feiras Especiais (CFE), vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, realizou ação de fiscalização na feira de Campo Grande, no domingo,.

A ação contou com 18 fiscais, que chegaram ao local às 5h da manhã, acompanhados do coordenador da CFE, Rogério Bastos. Durante a operação , os feirantes receberam orientações e foram verificados itens como titularidade das licenças, equipamentos e condições das barracas.

De acordo com Rogério Bastos, o principal objetivo da ação fiscal é orientar os feirantes.

– Vamos percorrer todas as feiras da cidade, em especial, com foco educativo. No entanto, mesmo com caráter orientativo, em caso de procedimentos irregulares, os agentes fazem auto de infração – informou.

Como resultado da fiscalização, 265 feirantes foram fiscalizados, 57 receberam notificações, 15 multas foram aplicadas e sete barracas desmontadas.