Novo vírus em celulares Android pode acessar WhatsApp, tirar fotos e gravar chamadas

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tablet & Celulares, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 30 de março de 2021 as 13:10, por: CdB

“Spyware” entra em dispositivos Android ao oferecer atualização de sistema não oficial. O vírus do tipo Cavalo de Troia pode acessar dados pessoais, gravar ligações e até tirar fotos quando infectam o aparelho.

Por Redação, com Sputnik – de Nova York

“Spyware” entra em dispositivos Android ao oferecer atualização de sistema não oficial. O vírus do tipo Cavalo de Troia pode acessar dados pessoais, gravar ligações e até tirar fotos quando infectam o aparelho.

Novo vírus em celulares Android pode acessar WhatsApp, tirar fotos e gravar chamadas, diz empresa

Pesquisadores da empresa de segurança de computador Zimperium descobriram há algumas semanas um “malware” novo, considerado poderoso e sofisticado e com capacidade de roubar grandes quantidades de informações pessoais de dispositivos móveis com sistemas operacionais Android.

Eles alertam que o programa malicioso se disfarça como um aplicativo chamado System Update e pode acessar mensagens de WhatsApp e SMS, inspecionar o histórico de pesquisa de navegadores da web, revisar o conteúdo de notificações e gravar áudios e chamadas telefônicas. Além disso, pode até acionar a câmera, tirando fotos e roubando arquivos multimídia, contatos telefônicos, entre outras ações.

O software espião pode infectar o dispositivo Android se o usuário aceitar a atualização do sistema sem antes verificar se é uma instalação mandatária do sistema, ou seja, que não está disponível na loja virtual do Google Play, mas leva o utilizador a instalar a partir de repositórios externos.

Trojan

O vírus é classificado como um Trojan de acesso remoto (RAT), conhecido popularmente como cavalo de Troia, e permite vigilância remota secreta dos dispositivos da vítima sem o seu consentimento.

O CEO da Zimperium, Shridhar Mittal, disse ao TechCrunch que este RAT é provavelmente o resultado de um ataque direcionado devido ao nível de sofisticação em seu design.

– Acho que gastaram muito tempo e esforço na criação deste aplicativo. Acreditamos que existam mais aplicativos como este e estamos fazendo o nosso melhor para encontrá-los o mais rápido possível – revelou Mittal.