Novos atos ‘Fora Bolsonaro’ são confirmados em 261 cidades

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 2 de julho de 2021 as 13:42, por: CdB

 

Denúncias relacionadas à compra de vacinas e superpedido de impeachment aumentam o desgaste do presidente e devem levar mais pessoas às ruas no #3J. Organizações reforçam medidas preventivas para evitar exposição à covid-19.

Por Redação, com RBA – de São Paulo

Com a palavra de ordem “Fora Bolsonaro”, ao menos 261 cidades do Brasil e do exterior já confirmaram atos neste sábado para exigir o impeachment de Jair Bolsonaro. Esta será a terceira manifestação nacional após os atos realizados em 29 de maio e 19 de junho.

Vice-presidente da CUT afirma que este #3J “é o dia mais importante das manifestações, inclusive para ancorar a entrega do superpedido de impeachment”

Como nos protestos anteriores, movimentos sociais e populares, sindicatos, organizações feministas e da juventude encabeçam o levante em defesa também da vacinação contra a covid-19 e do auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia. Inicialmente previsto para o dia 24, as manifestações foram antecipadas pela Campanha Fora Bolsonaro diante das recentes revelações feitas pela CPI da Covid no Senado, que colaram Bolsonaro à denúncia de corrupção na compra superfaturada da vacina indiana Covaxin. Ao longo desta semana, surgiu ainda um novo escândalo de propina envolvendo também a aquisição de imunizantes.

Denúncias e crimes

De acordo com o policial militar e representante da empresa Davati Medical Supply, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, o diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, teria pedido propina de U$S 1 por dose para fechar contrato com a pasta. As revelações aumentam o desgaste do presidente e aceleram o processo de mobilização por sua saída, inclusive com a adesão de outros espectros políticos do centro à direita.

Uma unidade entre distintas correntes já havia marcado a entrega do chamado “superpedido” de impeachment na quarta na Câmara dos Deputados. Puxado pela esquerda, o pedido de afastamento de Bolsonaro também contou com o apoio até de ex-aliados do presidente, como os deputados Alexandre Frota (PSDB-SP) e Joice Hasselmann (PSL-SP).

Segurança e cuidados nos atos ‘Fora Bolsonaro’

Os movimentos que organizam os protestos reforçam as medidas de precaução para evitar os riscos de contaminação pela covid-19. A orientação é usar máscara o tempo todo (PFF2, de preferência), guardar distância mínima de 1,5 metro dos outros manifestantes e usar álcool em gel 70º nos atos #3J.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code