Número de mortos mantém escalada na Europa, principalmente Itália e Espanha

Arquivado em: Destaque do Dia, Europa, Mundo, Últimas Notícias
Publicado domingo, 29 de março de 2020 as 17:00, por: CdB

O número de mortos por um surto de coronavírus na Itália subiu em 756, para 10.779, informou a Agência de Proteção Civil no domingo, a segunda queda consecutiva na taxa diária.

Por Redação, com agências internacionais – de Londres, Madri e Milão, Itália

O número de mortos por um surto de coronavírus na Itália subiu em 756, para 10.779, informou a Agência de Proteção Civil no domingo, a segunda queda consecutiva na taxa diária. O número de vítimas fatais, de longe o mais alto do que qualquer país do mundo, representa mais de um terço de todas as mortes pelo vírus no planeta.

As ruas de Milão seguiam praticamente vazias, neste domingo, em meio à pandemia do coronavírus
As ruas de Milão seguiam praticamente vazias, neste domingo, em meio à pandemia do coronavírus

O maior número diário da Itália foi registrado na sexta-feira, quando 919 pessoas morreram. Houve 889 mortes no sábado.

O número total de casos confirmados na Itália aumentou no domingo para 97.689 em relação aos 92.472 anteriores, o menor aumento diário de novos casos desde quarta-feira.
Dos infectados em todo o país, 13.030 se recuperaram totalmente no domingo, em comparação com 12.384 no dia anterior. Havia 3.906 pessoas em terapia intensiva, acima das 3.856 anteriores.

Reino Unido

O número de pessoas que morreram depois de terem testes positivos para o coronavírus no Reino Unido subiu para 1.228, de acordo com dados divulgados neste domingo, que apontaram um aumento de 209 mortes.

Os dados foram atualizados às 17h (horário local) do sábado.

O crescimento anterior foi de 260 pessoas mortas.

Espanha

A Espanha se preparava para entrar em sua terceira semana em isolamento quase total, neste domingo, quando o governo aprovou um fortalecimento de medidas para conter a disseminação do coronavírus, que matou 838 pessoas no último dia, elevando o número total de mortes no país para 6.528.

Perdendo apenas para a Itália em vítimas fatais, a Espanha também viu as infecções subirem de 72.248 para 78.797 em relação ao dia anterior.

O primeiro-ministro Pedro Sánchez, em discurso televisionado ao país na noite de sábado, anunciou que todos os trabalhadores não essenciais devem ficar em casa por duas semanas, na mais recente medida do governo na luta contra o coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *