Número de mortos pela polícia no Rio tem queda de 76%

Arquivado em: Destaque do Dia, Polícia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 25 de agosto de 2020 as 13:06, por: CdB

O número de pessoas mortas pela polícia teve uma queda de 76% no Rio de Janeiro após entrada em vigor da determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) proibindo operações durante a pandemia da covid-19.

Por Redação, com Sputnik – do Rio de Janeiro

O número de pessoas mortas pela polícia teve uma queda de 76% no Rio de Janeiro após entrada em vigor da determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) proibindo operações durante a pandemia da covid-19.

Número de mortos pela polícia no Rio tem queda de 76% após restrição do STF a operações em favelas
Número de mortos pela polícia no Rio tem queda de 76% após restrição do STF a operações em favelas

Os dados foram divulgados nesta terça-feira pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio e publicados pelo portal G1. Os óbitos diminuíram de 348, em junho e julho de 2019, para 84 no mesmo período deste ano.

A queda no número de vítimas corresponde à entrada em vigor da decisão do STF, no dia 5 de junho.

A determinação do ministro Edson Fachin, no dia 5 de junho, suspendeu a realização de operações das polícias Militar e Civil durante a pandemia. No dia 17 de agosto, o STF decidiu ampliar as restrições, depois que a maioria dos ministros votou pela imposição de novas regras para a segurança pública do Rio.

Outros índices de criminalidade

Em entrevista ao G1, o professor de sociologia da Universidade Federal Fluminense (UFF) e coordenador do Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (Geni), Daniel Hirata, disse que o período sem operações não resultou em aumento de outros índices de criminalidade.

– Há um discurso bastante generalizado entre as polícias de que as operações são inevitáveis para controle do crime. Enquanto isso, a gente observa que as operações caíram, as mortes em geral caíram e os indicadores criminais não subiram. A gente começa a perceber que a preservação da vida não se opõe ao controle do crime – disse Hirata.

Já o número de policiais mortos no estado, nos seis primeiros meses de 2020, apresenta índice parecido com o mesmo período em 2019: foram 11 policiais mortos em 2020, um a menos do que os 12 contabilizados em 2019.