OMS encontra indícios da natureza do Sars

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado segunda-feira, 7 de abril de 2003 as 06:57, por: CdB

A diretora da Organização Mundial de Saúde (OMS), Gro Harlem Brundtland, afirmou neste domingo que testes de laboratório deram fortes indicações de que o vírus da Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars) pertence à família corona, a mesma que provoca a gripe. Ainda que essa informação se confirme, Gro disse que não pode precisar quando a doença será controlada.

Centenas de cientistas de onze laboratórios de nove países estão trabalhando para descobrir a origem da pneumonia atípica, que já provocou a morte de pelo menos 90 pessoas e infectou mais de duas mil e duzentas.

A China informou que o número de mortos por causa da pneumonia subiu para 51, enquanto 1.247 pessoas estão infectadas. Em Hong Kong, a Sars causou cinco mortes no fim de semana. Já a Malásia relatou sua primeira morte, um homem de 64 anos. O maior hospital de Cingapura, que cuidava de 106 infectados, começou a checar também a saúde dos visitantes. Isso porque 20 médicos e enfermeiros foram incluídos na lista de casos suspeitos.

O Canadá, com mais de 200 casos suspeitos, registrou a nona morte. Na Inglaterra, foi divulgado o quinto caso suspeito da pneumonia atípica, um homem que retornou de Taiwan. Uma mulher recém-chegada do Sudeste Asiático foi posta em quarentena no Kuwait. Se as suspeitas forem confirmadas, esse será o primeiro caso da doença registrado no Golfo Pérsico.