Ônibus cai de viaduto e deixa feridos no Rio

Arquivado em: Destaque do Dia, Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 27 de agosto de 2019 as 12:21, por: CdB

Pelo menos 14 pessoas ficaram feridas após ônibus cair de um viaduto, na Estrada Marechal Alencastro, em Deodoro, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Por Redação, com ABr – do Rio de Janeiro

Pelo menos 14 pessoas ficaram feridas após ônibus cair de um viaduto, na Estrada Marechal Alencastro, em Deodoro, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

O acidente ocorreu com veículo da Viação Nossa Senhora da Penha, que fazia a linha 555, que liga o município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, ao Méier

O acidente ocorreu por volta das 21h de segunda-feira, com veículo da Viação Nossa Senhora da Penha, que fazia a linha 555, que liga o município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, ao Méier, na Zona Norte do Rio.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro às vítimas. De acordo com a corporação, três pessoas tiveram apenas escoriações leves e foram atendidas no local, sendo liberadas em seguida.

O outros 11 passageiros foram conduzidos para os hospitais Albert Schweitzer, em Realengo,  Carlos Chagas, em Marechal Hermes e Getúlio Vargas, na Penha. Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles, mas se sabe que nenhuma das vítimas corre risco de morrer.

Devido ao acidente, a pista sentido Nilópolis da Estrada Marechal Alencastro, foi interditada na altura da Estrada São Pedro de Alcântara. A via só foi liberada por volta das 4h30 desta terça-feira.

As causas do acidente ainda estão sendo investigadas. A Viação Nossa Senhora da Penha informou que vai prestar auxílio às vítimas e que está à disposição das autoridades para a apuração dos fatos.

Túneis

A  Concessionária Porto Novo decidiu devolver a administração dos túneis Marcello Alencar e Rio450, no Rio de Janeiro, à prefeitura da capital fluminense. Segundo nota divulgada na segunda-feira, a concessionária está há mais de um ano sem receber pelos serviços prestados. Os dois túneis são considerados  importantes eixos de mobilidade urbana como opção para se chegar ao centro do Rio vindo do Aterro do Flamengo (Marcello Alencar) e para a integração dos bairros do centro e da Saúde (Rio450).

Na nota, a concessionária diz que informou à Companhia de Desenvolvimento Urbano do Porto Maravilha (Cdurp) que “por estar há mais de um ano sem receber pelos serviços prestados, e após diversas tentativas de acordo sem sucesso”, a companhia se viu obrigada a recorrer à cláusula do contrato de parceria público privada “que prevê a assunção por essa [Cdurp] dos serviços atualmente executados pela concessionária nos túneis Marcello Alencar e Rio450”.

A Concessionária Porto Novo diz, ainda, no texto, que em 14 de maio avisou formalmente à Cdurp da sua saída da administração dos túneis, respeitando o prazo contratual de 120 dias de antecedência. “Até 11 de setembro de 2019, a Porto Novo manterá normalmente suas atividades nos túneis. Após essa data, a gestão, operação e manutenção dos túneis será de exclusiva e integral responsabilidade da Cdurp”. Segundo a nota, a concessionária e a companhia municipal terão reuniões para que o processo de devolução “seja realizado com eficiência e segurança”.

A prefeitura do Rio informou, por meio da Cdurp, que “está negociando solução com a Concessionária Porto Novo, que opera os túneis Rio450 e Marcello Alencar, serviço essencial à população. O município não trabalha com a hipótese de transferência”.

Ligações

O Túnel Marcello Alencar foi inaugurado em 2016 e tem 3.382 metros de extensão. Construído a 40 metros abaixo do nível do mar, ele liga o Aterro do Flamengo à zona portuária da cidade.

O Túnel Rio450 atravessa o bairro da Saúde, na zona portuária do Rio. Com 1.480 metros de extensão, integra a Via Binário do Porto, permitindo a integração dos bairros do Centro e da Saúde. Inaugurado em 1º de março de 2015 recebeu o nome Túnel Rio450 por ter sido inaugurado no dia 1º de março de 2015, aniversário de 450 anos da cidade do Rio de Janeiro.