ONU vai votar tentativa dos EUA de proibir a clonagem

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sexta-feira, 19 de novembro de 2004 as 03:54, por: CdB

Os três anos de campanha dos Estados Unidos e da Costa Rica pela proibição mundial da clonagem de embriões humanos chega ao fim nesta sexta-feira, com uma votação que, segundo diplomatas, não deve atender às expectativas do governo Bush.

Embora haja amplo apoio a uma convenção internacional que proíba a clonagem de seres humanos, Washington vai além, exigindo também o fim da clonagem de embriões para pesquisas com células-tronco. Para os EUA, destruir esses embriões no laboratório significa destruir vidas humanas.

Ativistas dizem que as pesquisas com células-tronco (espécie de “manual de instruções” do organismo) podem levar à cura de várias doenças, que atingem cerca de 100 milhões de pessoas no mundo. Por causa disso, muitos países querem excluir a clonagem terapêutica do tratado.