Operação combate grupo responsável por derrame de dinheiro falso em Curitiba

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, Polícia, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 1 de setembro de 2021 as 10:09, por: CdB

 

As notas falsas eram colocadas em circulação através da compra de aparelhos celulares anunciados para venda em uma grande plataforma virtual. “As compras eram realizadas com cédulas de R$ 100 falsas, com apenas três numerações de série diferentes”, diz a PF.

Por Redação, com ABr – de Brasília

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira a Operação Derrame, para combater um grupo suspeito de colocar em circulação grande quantidade de cédulas falsas de real, em Curitiba.

PF combate grupo responsável por derrame de dinheiro falso em Curitiba

Estão sendo cumpridas 16 ordens judiciais, sendo seis mandados de prisão e dez de busca e apreensão na capital paranaense e na cidade de Contenda, na Região Metropolitana. Os mandados judiciais foram expedidos pela 14ª Vara da Justiça Federal em Curitiba.

As notas falsas eram colocadas em circulação através da compra de aparelhos celulares anunciados para venda em uma grande plataforma virtual. “As compras eram realizadas com cédulas de R$ 100 falsas, com apenas três numerações de série diferentes”, diz a PF. As investigações apuraram que os suspeitos agiam organizadamente na prática do crime e fizeram várias vítimas.

Notas falsas

Em cada compra, os criminosos repassavam entre 15 e 25 cédulas de R$ 100 falsas. Para obter lucro, os suspeitos efetuavam a venda dos aparelhos celulares, inclusive por intermédio de uma distribuidora de bebidas do pai de um dos investigados.

De acordo com a PF, os presos serão indiciados pelo crime de moeda falsa, associação criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas podem ultrapassar 12 anos de reclusão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code