Operação contra desvio de cloro prende 10 pessoas em SP

Arquivado em: Brasil, Destaque do Dia, São Paulo, Últimas Notícias
Publicado terça-feira, 14 de julho de 2020 as 14:06, por: CdB

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou que acompanha os desdobramentos da operação e que vai tomar medidas judiciais contra os fornecedores envolvidos para o ressarcimento de eventuais prejuízos.

Por Redação, com ABr – de São Paulo

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira, em Santo André, na Grande São Paulo, 10 pessoas acusadas de desvio do cloro usado no tratamento de água no Estado. Foram expedidos 15 mandados de prisão e estão sendo cumpridos 27 de busca e apreensão na capital paulista e em mais seis cidades da região metropolitana e do litoral.

Polícia Civil cumpriu 27 mandados de busca e apreensão
Polícia Civil cumpriu 27 mandados de busca e apreensão

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou que acompanha os desdobramentos da operação e que vai tomar medidas judiciais contra os fornecedores envolvidos para o ressarcimento de eventuais prejuízos.

A Sabesp destaca, no entanto, que a água é testada diversas vezes antes de ser distribuída para o abastecimento e que, por isso, não existe risco para a população.

O abastecimento

Em nota, a  Sabesp diz que segue a legislação brasileira, do Ministério da Saúde, que estabelece parâmetros para qualidade da água. “Para controlar isso, são realizados 90 tipos de testes e mais de 90 mil análises mensais que aferem turbidez, cor, cloro, coliformes totais, dentre outros”, informa o comunicado.

A companhia é responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos em mais de 370  municípios do estado de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *