Operação Vigilância no Verão: técnicos vistoriam hotéis

Arquivado em: Rio de Janeiro, Últimas Notícias
Publicado quarta-feira, 11 de dezembro de 2019 as 14:25, por: CdB

Na ação, a equipe integrada por profissionais das coordenações de Saúde, de Alimentos e de Engenharia identificou problemas pontuais, como a falta de climatização e a inadequação no gerenciamento de resíduos.

Por Redação, com ACS – de Rio de Janeiro

A Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa) iniciou na terça-feira, mais uma edição da operação Vigilância no Verão, que segue até março nas zonas Sul e Oeste da cidade. No primeiro dia, os fiscais inspecionaram hotéis da Avenida Atlântica, em Copacabana, conferindo as condições higiênico-sanitárias e estruturais de espaços como cozinhas, banheiros, lavanderias, salões de beleza e até vestiários de funcionários.

Inspeção em cozinha de um dos hotéis visitados por técnicos da Vigilância Sanitária
Inspeção em cozinha de um dos hotéis visitados por técnicos da Vigilância Sanitária

Na ação, a equipe integrada por profissionais das coordenações de Saúde, de Alimentos e de Engenharia identificou problemas pontuais, como a falta de climatização e a inadequação no gerenciamento de resíduos, que resultaram no reforço de uma série de orientações feitas ao longo do ano em palestras e capacitações, e na emissão de termos de intimação com adequações a serem providenciadas.

A equipe confere procedimentos como a rotulagem e o armazenamento dos alimentos, a manutenção de peças como ralos, lavatórios e sanitários, e até o uso de canudos plásticos, proibido no Rio por lei inédita aprovada em julho de 2018.

Durante os próximos três meses, 30 técnicos da Vigilância atuarão na operação que, de terça a quinta-feira, passará também por academias de ginástica, centros de estética, quiosques e barracas de praia de ambulantes legalizados, entre outros pontos.

Os vendedores não legalizados ficam de fora da ação, que conta com distribuição de folhetos e até uma ventarola produzida para a edição deste ano, com medidas básicas que auxiliam na redução da falta de higiene, responsável por mais de 250 doenças e o principal problema de saúde pública no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Providências a serem tomadas pelos hotéis

A restauração com pintura de paredes de áreas destinadas aos funcionários, a substituição de ralos por modelos “abre e fecha” e a instalação de dispensadores foram algumas das orientações feitas pelos fiscais, que checaram ainda os laudos de potabilidade da água e da qualidade do ar.

Na área de lazer de um dos hotéis, a equipe alertou para os avisos de segurança, que devem estar expostos de maneira mais visível na borda da piscina, de acordo com a Resolução 1.398/2008.

– A Vigilância no Verão é um programa especial de ações educativas tanto para cariocas quanto para turistas, que estão ainda mais expostos aos riscos à saúde. Com ela orientamos os comerciantes e a população em geral a fazerem a sua parte, adotando medidas essenciais para a prevenção – destaca o médico-veterinário Pedro Paulo Ferraz, coordenador de Fiscalização Sanitária da Subvisa.

Mutirão de Ordem Pública

Nos demais dias da semana (de sexta à segunda-feira), a Vigilância participa de outra operação com foco no verão: o Mutirão da Ordem Pública, ação conjunta iniciada há um mês, em 9 de novembro, em praias do Leme ao Recreio.

Coordenada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a ação conta com equipes de órgãos como a Coordenadoria de Controle Urbano (CCU, da Secretaria Municipal de Fazenda), Comlurb e Guarda Municipal do Rio (GM-Rio).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *