Operadoras optam por Nokia ante Huawei em redes 5G na Bélgica

Arquivado em: Destaque do Dia, Internet, Tablet & Celulares, Tecnologia, Últimas Notícias
Publicado sexta-feira, 9 de outubro de 2020 as 13:38, por: CdB

As operadoras de telecomunicações Orange e Proximus escolheram a Nokia com fornecedora de redes 5G na Bélgica em vez da Huawei em meio à pressão do governo dos Estados Unidos para a empresa chinesa ser excluída do mercado.

Por Redação, com Reuters – de Estocolmo/Paris

As operadoras de telecomunicações Orange e Proximus escolheram a Nokia com fornecedora de redes 5G na Bélgica em vez da Huawei em meio à pressão do governo dos Estados Unidos para a empresa chinesa ser excluída do mercado.

Visitantes se reúnem em estande da Nokia durante evento na Espanha
Visitantes se reúnem em estande da Nokia durante evento na Espanha

As decisões das operadoras estão entre as primeiras tomadas por companhias de telecomunicações da Europa que excluem a Huawei como fornecedora de redes 5G após meses de acusações de Washington que afirma sem apresentar provas que a empresa chinesa é usada por Pequim para espionagem.

A capital da Bélgica, Bruxelas, é sede da aliança militar Otan e do parlamento e do executivo da União Europeia.

Governo de Donald Trump

A Huawei, ainda maior fabricante de equipamentos para telecomunicações do mundo, rejeita fortemente as acusações do governo de Donald Trump. Entretanto, a empresa afirmou nesta sexta-feira que aceita as decisões das duas operadoras.

“Este é o resultado de uma licitação organizada pelas operadoras e de um mercado livre”, afirmou um porta-voz do grupo chinês. “Apoiamos a competição justa, quanto mais diversificada a base de fornecedores, mais competitiva ela se torna”.

A decisão das duas operadoras deixa apenas a Telenet sem indicar seu fornecedor. A operadora atualmente conta com equipamentos da chinesa ZTE e planeja anunciar o fornecedor de sua rede 5G no primeiro semestre do próximo anos, disse uma porta-voz.