Outra vala comum com vítimas curdas de Saddam é encontrada

Arquivado em: Arquivo CDB
Publicado sexta-feira, 4 de julho de 2003 as 19:57, por: CdB

Uma nova vala comum com restos mortais de vítimas curdas do regime derrocado de Saddam Hussein foi descoberta perto da localidade de Mosul, no Norte do Iraque, informou esta sexta-feira uma TV curda.

A rede KTV, órgão do Partido Democrático do Curdistão (PDK), que controla a cidade curda de Erbil, afirmou que a ossada foi descoberta em Al-Hadar, a sudeste de Mosul, por moradores locais, com a ajuda de soldados americanos instalados na região.

Os restos de 30 curdos foram exumados, segundo a TV, que divulgou imagens de pedaços de roupas tradicionais curdas, dando a entender que as vítimas eram mulheres e crianças.

A KTV, citando habitantes da área, ressaltou que a vala comum data de 1988 e que há outras na zona. Os moradores informaram que cerca de 300 curdos foram enterrados em 1998, em plena época de repressão anticurda ordenada pelo regime Saddam Hussein, durante a qual foram lançados gases mortais sobre a localidade de Halabja (Nordeste), matando 5 mil pessoas.

Dezenas de fossas comuns foram encontradas no Iraque desde a queda do antigo regime, em 9 de abril.